Conselho de Ética pede cassação de Eduardo Cunha

Colegiado aprova, por 11 X 9, relatório que agora vai ser submetido do plenário da Câmara

Cassação Eduardo Cunha no Conselho de Ética ao vivo
Tia Eron, que votou sim pela cassação.

O Conselho de Ética da Câmara aprovou nesta terça, por 11 votos contra 9, relatório que pede a cassação do mandato de Eduardo Cunha, presidente afastado da Câmara. Os parlamentares endossaram o texto de Marcos Rogério (DEM-RO), que defende que Cunha perca o mandato por quebra de decoro parlamentar. Segundo ele, há provas robustas de que Eduardo Cunha recebeu vantagens indevidas no esquema de corrupção da Petrobras investigado pela Operação Lava Jato e mentiu sobre o fato à Comissão Parlamentar de Inquérito que investigava as irregularidades na petroleira. O relatório tem de ser, agora, submetido ao plenário da Câmara. Se aprovado, o peemedebista, que conta ainda com aliados na Casa, será, por fim, cassado. 

Acompanhe as últimas notícias sobre o pedido de cassação de Eduardo Cunha: