Anthony Kiedis, vocalista do Red Hot Chili Peppers, é hospitalizado

A banda suspende o show de apresentação de seu novo trabalho em Los Angeles pouco antes do início

Anthony Kiedisen. S.S. (Reuters) / Quality (reuters_live)

MAIS INFORMAÇÕES

Na noite de sábado, o grupo Red Hot Chili Peppers teve de cancelar um show que estava prestes a começar em Los Angeles (Califórnia) depois que o cantor Anthony Kiedis, de 53 anos, foi levado às pressas ao hospital com fortes dores abdominais, informa a CNN. A banda iria apresentar um novo trabalho no festival Weenie Roast, organizado pela popular estação de rádio KROQ, de Los Angeles.

O cancelamento foi comunicado ao vivo pelos próprios integrantes do Red Hot Chili Peppers no palco do Irvine Meadows Amphitheatre, minutos antes do início do show. “Anthony está a caminho do hospital neste momento”, disse Flea, o baixista. “Vamos tocar para vocês muito em breve e o faremos como animais selvagens cheios de amor que somos”, acrescentou.

“Ninguém fica mais desapontado do que nós por não poder tocar esta noite. Envio amor e desejos de uma rápida recuperação ao meu irmão Anthony”, escreveu Chad Smith, o baterista do grupo, no Twitter.

A banda anunciou na quinta-feira a publicação do seu décimo-primeiro álbum de estúdio, The Getaway, que chegará às lojas em 17 de junho, do qual já se conhece o primeiro single, a canção Dark Necessities. Como informou a Warner Music, Dark Necessities foi lançada nas rádios de todo o mundo e está disponível em todas as plataformas digitais para download e streaming.

O álbum marca o retorno da banda norte-americana depois de cinco anos do lançamento do disco anterior, I’m With You, que em 2011 ocupou o topo das paradas de sucesso em dezoito países. O Red Hot Chili Peppers já vendeu mais de 60 milhões de discos, ganhou seis Grammys e tocou no intervalo do último Super Bowl.