O impeachment de Dilma, em imagens

As principais imagens do afastamento de Dilma Rousseff e da posse de Michel Temer como presidente interino

  • Votação do Senado de impeachment de Dilma Rousseff
    1Manifestante pró-Dilma parado diante de um cordão de policiais em frente ao Congresso, onde grupos contrários ao impeachment protestaram. REUTERS
  • A presidenta Dilma Rousseff e o ministro Jaques Wagner espiam pela janela a movimentação em frente ao Palácio do Planalto, iluminado de verde e amarelo, onde grupos pró e contra o impeachment protestavam na noite desta quarta-feira.
    2A presidenta Dilma Rousseff e o ministro Jaques Wagner espiam pela janela a movimentação em frente ao Palácio do Planalto, iluminado de verde e amarelo, onde grupos pró e contra o impeachment protestavam na noite desta quarta-feira. REUTERS
  • Cavalaria da PM diante do Congresso na noite em que o Senado vota o impeachment.
    3Cavalaria da PM diante do Congresso na noite em que o Senado vota o impeachment. AFP
  • Manifestante contrária ao impeachment desmaia e é resgatada pelos bombeiros durante um protesto diante do Senado, em Brasília. O desmaio ocorreu após ela ser atingida por jatos de spray de pimenta da Polícia Militar.
    4Manifestante contrária ao impeachment desmaia e é resgatada pelos bombeiros durante um protesto diante do Senado, em Brasília. O desmaio ocorreu após ela ser atingida por jatos de spray de pimenta da Polícia Militar. Getty Images
  • Policiais usam jatos de spray de pimenta contra manifestantes que protestavam contra o impeachment de Dilma diante do Senado, em Brasília.
    5Policiais usam jatos de spray de pimenta contra manifestantes que protestavam contra o impeachment de Dilma diante do Senado, em Brasília. REUTERS
  • O Senado Federal, nesta quarta-feira, 11 de maio, dia da histórica votação sobre o agastamento de Dilma.
    6O Senado Federal, nesta quarta-feira, 11 de maio, dia da histórica votação sobre o agastamento de Dilma. Getty Images
  • Na avenida Paulista, em São Paulo, manifestantes acendem velas em protesto contra o impeachment de Dilma.
    7Na avenida Paulista, em São Paulo, manifestantes acendem velas em protesto contra o impeachment de Dilma. AP
  • Em frente a FIESP, a concentração de manifestantes que defendem o afastamento de Dilma.
    8Em frente a FIESP, a concentração de manifestantes que defendem o afastamento de Dilma. EFE
  • Também diante do Congresso, um homem vestido de Obama se une ao grupo pró-impeachment.
    9Também diante do Congresso, um homem vestido de Obama se une ao grupo pró-impeachment. AFP
  • No Rio de Janeiro, houve bate-boca entre manifestantes que são contra o impeachment e um grupo a favor da destituição da presidenta.
    10No Rio de Janeiro, houve bate-boca entre manifestantes que são contra o impeachment e um grupo a favor da destituição da presidenta. AP
  • Grupo protesta contra o impeachment de Dilma em Brasília, diante do Congresso. Ação da PM deixou feridos e houve manifestantes detidos.
    11Grupo protesta contra o impeachment de Dilma em Brasília, diante do Congresso. Ação da PM deixou feridos e houve manifestantes detidos. Getty Images
  • "A história me reservou este momento", discursou o senador e ex-presidente Fernando Collor, 24 anos após sofrer um impeachment, ao falar sobre o processo de afastamento de Dilma: "Todas as tragédias que se podem imaginar reduzem-se a uma única tragédia: o transcorrer do tempo". Ele não declarou seu voto durante o discurso, na noite de 11 de maio.
    12"A história me reservou este momento", discursou o senador e ex-presidente Fernando Collor, 24 anos após sofrer um impeachment, ao falar sobre o processo de afastamento de Dilma: "Todas as tragédias que se podem imaginar reduzem-se a uma única tragédia: o transcorrer do tempo". Ele não declarou seu voto durante o discurso, na noite de 11 de maio. EFE
  • O senador Aécio Neves, presidente do PSDB, conversa com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) durante a sessão que decide o futuro de Dilma.
    13O senador Aécio Neves, presidente do PSDB, conversa com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) durante a sessão que decide o futuro de Dilma. REUTERS
  • O Palácio do Planalto, na noite desta quarta-feira.
    14O Palácio do Planalto, na noite desta quarta-feira. REUTERS
  • Placar da votação no Senado.
    15Placar da votação no Senado. EFE
  • Ao lado do ex-presidente Lula, Dilma Rousseff fez um pronunciamento no qual se diz vítima de um golpe. "Agora o que mais dói, é esta situação que eu estou vivendo agora, a inominável dor da injustiça", afirmou.
    16Ao lado do ex-presidente Lula, Dilma Rousseff fez um pronunciamento no qual se diz vítima de um golpe. "Agora o que mais dói, é esta situação que eu estou vivendo agora, a inominável dor da injustiça", afirmou.
  • Lula abraça Dilma no Palácio do Planalto, após a presidenta ser afastada oficialmente do cargo, nesta quinta-feira, 12 de maio.
    17Lula abraça Dilma no Palácio do Planalto, após a presidenta ser afastada oficialmente do cargo, nesta quinta-feira, 12 de maio.
  • Michel Temer toma posse como presidente interino da República, nesta quinta-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto e apresenta novo gabinete.
    18Michel Temer toma posse como presidente interino da República, nesta quinta-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto e apresenta novo gabinete.
  • Michel Temer empossa Henrique Meirelles como novo ministro da Fazenda, nesta quinta.
    19Michel Temer empossa Henrique Meirelles como novo ministro da Fazenda, nesta quinta.
  • Manifestantes picham prédio do escritório da presidência da República em São Paulo, na Avenida Paulista, nesta quinta, em protesto contra o afastamento de Dilma e contra o Governo Temer.
    20Manifestantes picham prédio do escritório da presidência da República em São Paulo, na Avenida Paulista, nesta quinta, em protesto contra o afastamento de Dilma e contra o Governo Temer.
  • Manifestantes fazem o primeiro protesto em São Paulo contra o Governo Temer após a posse do interino, nesta quinta-feira.
    21Manifestantes fazem o primeiro protesto em São Paulo contra o Governo Temer após a posse do interino, nesta quinta-feira.
  • Michel Temer tomou posse nesta quinta-feira, 12 de maio, horas depois de o Senado aceitar o processo de impeachment contra Dilma Rousseff. Ela será investigada por 180 dias pela Casa e, neste período, o interino comanda o Governo Federal.
    22Michel Temer tomou posse nesta quinta-feira, 12 de maio, horas depois de o Senado aceitar o processo de impeachment contra Dilma Rousseff. Ela será investigada por 180 dias pela Casa e, neste período, o interino comanda o Governo Federal. Getty Images