Marcus Vinicius Ribeiro, do Grupo PRISA, é premiado por incentivo à educação feminina na América Latina

Instituto Bella Abzug condecora o representante do PRISA nas Américas em uma cerimônia em Nova York

Marcus Vinicius Ribeiro, premiado pelo Bella Abzug.
Marcus Vinicius Ribeiro, premiado pelo Bella Abzug.

O representante do Grupo PRISA (editor do jornal EL PAÍS) para as Américas, Marcus Vinicius Ribeiro, foi premiado pelo Instituto Bella Abzug do Clube Princeton, de Nova York, por seu trabalho na educação feminina. O prêmio se chama Bella Fella e já foi entregue a outras personalidades como Harry Belafonte, Harold Holzer e Ken Sol.

A honraria é destinada aos homens que se destacam mundialmente por seu trabalho voluntario em diferentes áreas. Ribeiro recebeu o prêmio por incentivar o acesso a uma vida mais digna para mulheres e meninas provenientes de famílias de baixa renda e que formam a primeira geração de imigrantes nos Estados Unidos.

Ao receber o prêmio, recordou o amor com o qual sua mãe e sua avó o criaram, mas também como eram exigentes para que ele pudesse competir na vida e conseguir o que almejasse.

O organismo trabalha com mulheres e meninas desde 2005 oferecendo treinamento para se converterem em líderes em busca de uma mudança social e econômica positiva. Desde então, a organização já capacitou mais de 1.300 mulheres jovens em educação fundamental, média e em algumas universidades públicas de Nova York, Nova Jersey, Long Island, Westchester e Connecticut.

Arquivado Em: