Liga Europa

Liverpool vira o jogo, vence o Borussia e vai à semi da Liga Europa

Jogo espetacular terminou 4 a 3 para o time inglês, com gol da vitória no último minuto

Firmino, durante Liverpool x Borussia.
Firmino, durante Liverpool x Borussia.S. Botterill (Getty)

Foi um dos melhores jogos de futebol dos últimos tempos. Depois do empate por 1 a 1 no jogo de ida, o Liverpool venceu por 4 a 3 o Borussia Dortmund de virada, com gol salvador no último minuto, e se classificou para a semifinal da Liga Europa. A partida foi tão atípica que os dois últimos gols foram marcados pelos zagueiros Sakho, aos 32 minutos do segundo tempo, e Lovren, aos 46. Até então, o time inglês perdia a partida por 3 a 2. A virada parecia impossível, ainda mais depois do começo inacreditável do Borussia, que abriu 2 a 0 logo com 9 minutos de jogo. Mas, jogando em casa, com o apoio total da torcida no Anfield Road, a equipe de Jurgen Klopp escreveu mais uma dessas histórias incríveis do esporte.

É errado, porém, dizer que o show aconteceu somente dentro de campo. Antes do início do jogo, as duas torcidas proporcionaram momentos emocionantes ao conviverem juntas e em paz fora do estádio. Quando entraram, cantaram em uma só voz a música You'll Never Walk Alone, hit que embala Liverpool e Dortmund antes de todas as partidas em casa. O que foi visto nas arquibancadas serviu de aquecimento para os momentos seguintes, no gramado.

Logo no início do duelo ficou claro que ninguém tinha entrado para empatar. Os dois rivais foram para o ataque e o Borussia conseguiu aproveitar as brechas deixadas pela defesa da equipe inglesa. Aos 5 minutos, Coutinho perdeu bola no meio de campo e o Borussia armou rápido contra-ataque. A bola foi cruzada na área, Aubameyang chutou de primeira, Mignolet fez grande defesa e, no rebote, Mkhitaryan abriu o placar. Quatro minutos depois, mais um contra-ataque alemão, que pegou a defesa inglesa de surpresa. Reus roubou a bola no meio, disparou e lançou para Aubameyang completar: 2 a 0. Quando acordou, o Liverpool já precisava de três gols para se classificar. E foi pra cima. Perdeu pelo menos três chances de marcar no primeiro tempo, mas foi para o intervalo com a enorme desvantagem no placar.

No segundo tempo, Origi, aos 3 minutos, bateu bem na saída de Weidenfeller e deu esperança aos torcedores, que não paravam de cantar. Aos 11, porém, veio o golpe que parecia final a favor do Borussia. Reus recebeu passe perfeito do zagueiro Hummels na área e chutou de primeira, colocado, tirando do goleiro Mignolet: 3 a 1. Faltando 35 minutos para o fim, o Liverpool precisava de 3 gols para se classificar. Impossível, certo? Ciente de que precisava mandar o time para o ataque, Jurgen Klopp tirou Firmino e Lallana, que jogavam muito mal, e colocou Sturridge e Allen. Os dois, novos, deram vida nova ao time da casa. Tanto é que 1 minuto depois das trocas, Philippe Coutinho tabelou com Milner na entrada da área e bateu colocado para diminuir: 3 a 2. 

O tempo foi passando e o Borussia estava cada vez mais tranquilo. O rival ainda precisava de dois gols e, aos 30 minutos do segundo tempo, parecia apenas questão de tempo para garantir a vaga na semifinal. Mas em noites mágicas como essas, pouca coisa faz sentido. Tanto é que, sem ter o que perder, o Liverpool mandou até os zagueiros para a área alemã. E foi graças a esse desespero que Sakho, aos 32 minutos, se antecipou em cobrança de escanteio e cabeceou bem para deixar tudo igual, para delírio da torcida. Faltavam 15 minutos para o fim, e um gol bastaria para os ingleses, que continuavam atacando contra uma parede amarela formada pelos 11 jogadores do Borussia na defesa. Por baixo não havia espaço, então só restavam as jogadas aéreas. E foi assim, aos 46 minutos, que Milner foi à linha de fundo e cruzou no segundo pau. Lovren subiu muito e, de cabeça, fez o gol que fez o Anfield Road tremer de tanta festa: 4 a 3.

Veja como contamos Liverpool 4x3 Borussia Dortmund no minuto a minuto: