Pelo menos 13 mortos em terremoto ao sul de Taiwan

Sismo de magnitude 6,4 causou desabamento de edifícios na cidade de Tainan

Equipes de resgate buscam sobreviventes do terremoto de TainanAshley Pon

Pelo menos 13 pessoas morreram e 475 ficaram feridas em diferentes condições de gravidade no terremoto de magnitude 6,4 que sacudiu o sul de Taiwan na madrugada deste sábado. Vários edifícios, entre os quais um bloco de apartamentos de 16 andares, desmoronaram na cidade de Tainan em decorrência do sismo, registrado às 3h57 hora local (17h57 no horário de Brasília) enquanto os moradores dormiam. O momento em que ocorreu o terremoto foi especialmente doloroso por ser às vésperas do ano-novo chinês, que começa na segunda-feira, período em que numerosas famílias taiwanesas viajam para reunir-se com parentes.

MAIS INFORMAÇÕES

Mais de 250 pessoas foram ser resgatadas pelos serviços de emergência, que prosseguem com as tarefas para socorrer sobreviventes, Cerca de 30 pessoas continuam desaparecidas, segundo a mídia local. Entre os mortos está um bebê de apenas 10 dias.

O Exército taiwanês enviou helicópteros e equipes médicas, entre outros recursos às zonas afetadas, de acordo com a agência de notícias local CNA. O presidente do país, Ma Ying-jeoou, que está para deixar o cargo, se dirigiu a Tainan, de dois milhões de habitantes, para supervisionar as tarefas de resgate e prometeu não poupar esforços para o resgate dos sobreviventes e ajuda às vítimas. A presidenta eleita, Tsai Ing-wen, cancelou os compromissos agendados para participar dos trabalhos de coordenação.

Pelo menos seis dos mortos se encontravam no bloco residencial que desabou, o edifício Wei Guan Dragão Dourado, cujos pisos desmoronaram uns sobre os outros. Embora no edifício morem 256 pessoas, de 96 famílias, segundo os registros municipais, não se sabe exatamente quantas estavam em seu interior no momento do colapso. É possível que algumas tenham viajado e outras estivessem com parentes ou amigos em casa para celebrarem juntos o ano-novo.

Em uma ilha de grande atividade sísmica –embora de baixa intensidade, neste ano já havia sido registrada uma quinzena de tremores–, os edifícios são construídos em conformidade com estritos padrões de segurança. Outros prédios sofreram danos ou ficaram inclinados em ângulos depois que seus pórticos –um elemento muito frequente na arquitetura local – não aguentaram o impacto e cederam. Mas nenhum caiu tão completamente como o Dragão Dourado.

“Estava vendo televisão e depois de uma repentina sacudida ouvi um forte ruído. Abri minha porta metálica e vi o edifício em frente cair”, declarou à Reuters uma moradora de 71 anos que se identificou como Chang.

Tanto o ministro do Interior, Chen Wei Zen, como o prefeito de Tainan, Lai Chin-te, afirmaram ter sido aberta uma investigação sobre a responsabilidade no desabamento do edifício, cuja construção foi concluída em 1994. Alguns moradores expressaram dúvidas sobre a qualidade dos materiais empregados naquela obra. Segundo a CNA, vários residentes dizem ter encontrado latas de óleo de cozinha entre os escombros dos pilares da estrutura.

O tremor foi sentido em toda a ilha e percebido até mesmo na costa de Fujian, na China continental. De acordo com a CNA, muitos moradores do sul e do centro de Taiwan declararam que os movimentos lhes lembraram o terremoto de 21 de setembro de 1999, de magnitude 7,3 e que deixou mais de 2.400 mortos nessa zona.

Segundo o Departamento de Meteorologia taiwanês, o epicentro do sismo se localizou no distrito de Meinong, na cidade sulista de Kaoshsiung, a uma profundidade de apenas 17 quilômetros e distância de 43 quilômetros de Tainan.

Cerca de 40.000 residências ficaram sem água e aproximadamente 6.000 sem eletricidade. As linhas de trem de alta velocidade que comunicam o norte da ilha com a zona afetada foram interrompidas enquanto são examinados possíveis danos nas vias.

A China, que considera a ilha parte de seu território, ofereceu ajuda por intermédio de sua Agência de Assuntos Taiwaneses, segundo a agência chinesa de notícias, a Xinhua.

Arquivado Em: