AO VIVO | Movimento Passe Livre protesta contra aumento da tarifa em São Paulo

Hoje acontece a segunda manifestação do ano convocada pelo MPL contra o reajuste de 3,50 para 3,80 reais na tarifa dos ônibus, trens e metrô na cidade

Marina Rossi
Manifestação contra o aumento da tarifa do transporte público
Manifestação contra o aumento da tarifa do transporte públicoPaulo Pinto (Fotos Públicas)

O Movimento Passe Livre marcou uma nova manifestação para esta terça-feira em São Paulo. O protesto é contra o reajuste da tarifa dos trens, ônibus e metrô na cidade, anunciado no final do ano passado de 3,50 para 3,80 reais. Com concentração na avenida Paulista a partir das 17h, esta é a segunda manifestação contra a tarifa na cidade em menos de uma semana. Na última sexta houve repressão policial e depredação provocada por black blocs.

> Siga o EL PAÍS pelo Twitter e pelo Facebook

Acompanhe ao vivo todos os detalhes do ato:

Marina Rossi
Segundo Moraes, oito pessoas foram detidas e dois pontos de depredação foram registrados: no Instituto Cervantes e na Caixa Econômica Federal.
Marina Rossi
Marina Rossi
Sobre a força da polícia usada inclusive contra a imprensa, Moraes afirmou que "se houve abuso, iremos apurar".
Marina Rossi
Marina Rossi
Secretario de segurança pública Alexandre Moraes afirma em coletiva de imprensa que manifestantes deverão informar o percurso da marcha previamente e cumprir o roteiro. Se isso nao for feito, haverá "uso da força progressiva"
Marina Rossi
Marina Rossi
A coletiva de imprensa começará agora
Marina Rossi
Marina Rossi
Alguns manifestantes afirmam que o ato será reorganizado no Theatro Municipal neste momento. A reportagem acompanha a coletiva de imprensa com o secretário Alexandre Moraes, que ainda não começou.
Marina Rossi
Marina Rossi
Ao menos dois jornalistas ficaram feridos por estilhaços de bomba: uma repórter da TV Gazeta e um fotógrafo da Democratize, que foi encaminhado ao Hospital das Clínicas.
Marina Rossi
Flávia Marreiro
Outra foto de Nelson Almeida (AFP) na Paulista
Flávia Marreiro
Flávia Marreiro
Na foto de Nelson Almeida, da France Presse, estudantes correm das bombas de efeito moral lançadas pela PM na Paulista
Flávia Marreiro
Marina Rossi
Balanço parcial do Grupo de Apoio ao Protesto Popular (GAPP): 11 feridos, a maioria por estilhaço de bomba e cacetete. Um diabético teve um ataque epilético após inalar gás lacrimogêneo
Marina Rossi
Flávia Marreiro
O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, concederá entrevista coletiva para falar sobre a manifestação desta terça, anuncia a página da secretaria http://cort.as/axR3
Flávia Marreiro
Marina Rossi
Ato totalmente dispersado neste momento.
Marina Rossi
Marina Rossi
Manifestantes seguem espalhando lixeiras e sacos de lixo pelas ruas. Polícia segue atrás atirando bombas de gás em Higienópolis
Marina Rossi
Marina Rossi
Muitas bombas atiradas neste momento pela PlM na rua Itacolomi. Sacos de lixo estão sendo espalhados por manifestantes pelas ruas
Marina Rossi
Marina Rossi
Manifestação segue pela rua Sergipe, em Higienópolis. Há muitas viaturas da polícia no final da marcha.
Marina Rossi
Marina Rossi
Neste momento, passam pela rua Sergipe com a Itambé. A Polícia segue atrás do ato
Marina Rossi
Marina Rossi
Manifestantes seguem descendo a Consolação em direção ao centro decidem entrar para Higienópolis
Marina Rossi
EL PAÍS BRASIL
Veja o momento em que as bombas começaram a estourar na avenida Paulista:
Marina Rossi
A pequena marcha - apenas uma parte que sobrou dos manifestantes - desce a Consolação, fechadas nos dois sentidos neste momento, em direção ao centro.
Marina Rossi
Marina Rossi
Manifestantes se reorganizam e começam a descer a convocação neste momento gritando "sem violência"
Marina Rossi
Marina Rossi
Manifestação completamente dispersa neste momento. Paulista com a consolação tomada por bombas de gás lacrimogêneo
Marina Rossi

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS