Seleccione Edição
Login

“Safado é vossa excelência”

A semana em que os ânimos se acirraram no Congresso Nacional em três vídeos

Captura da imagem de uma das discussões na Câmara.
Captura da imagem de uma das discussões na Câmara.

Na frente do Congresso Nacional, diante de um espelho d’água, há um acampamento com quase 30 barracas. Nelas estão manifestantes do Movimento Brasil Livre, que pedem o impeachment de Dilma Rousseff, e na quarta-feira acabaram agredidos por representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST).

Dentro da Câmara também há um grupo, menor, de oito pessoas, que se acorrentaram umas nas outras em torno de uma coluna para pressionar o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a dar andamento ao pedido de destituição presidencial. Na semana passada, representantes de grupos anti-Dilma e anti-Cunha discutiram no salão verde desta mesma casa de leis.

O clima de confronto entre militantes, de discussão entre cidadãos comuns e de falta de confiança na classe política (este aferido pela última pesquisa Ibope) parece ter chegado aos plenários da Câmara e do Senado. Nos últimos dias foram registrados ao menos três duros debates entre parlamentares e autoridades. Os temas foram dos mais variados, de homossexualidade à corrupção, de roubo a processos no Supremo Tribunal Federal. Enfim, uma série de baixarias, algumas delas acompanhadas pelo respeitoso pronome de tratamento: “Vossa Excelência”.

Round 1 – Wyllys x Rodrigues

A discussão era sobre o estatuto do desarmamento, e acabou na discussão entre um deputado homossexual, Jean Wyllys (PSOL-RJ), contra um parlamentar que assistiu a um vídeo pornô no plenário da Câmara, João Rodrigues (PSD-SC).

 Crédito: Youtube/Uol

Round 2 – Caiado x Braga

Chateado por não ter recebido a devida atenção do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB-AM), durante uma audiência no Senado, o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) começa a chamá-lo de safado e bandido. Como resposta ouve: “safado é Vossa Excelência”.

Crédito: Youtube/Portal A Crítica

Round 3 – Alencar x Paulinho

Acusador de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no conselho de Ética, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) acabou denunciado no mesmo foro pelo deputado Paulinho da Força (SD-SP), um dos cães de guarda do peemedebista. Como resposta, diz que não é réu no STF, como Paulinho é. Veja aqui.

MAIS INFORMAÇÕES