futebol

Romário: “Dunga não chama os melhores para a seleção”

Senador diz que o treinador obedece aos agentes dos jogadores nas convocatórias

O senador Romário, em uma sessão em Brasília, em maio.
O senador Romário, em uma sessão em Brasília, em maio. CHINE NOUVELLE/SIPA (Cordon Press)

O senador do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e ex-jogador da seleção brasileira Romário de Souza criticou na terça-feira duramente o treinador Carlos Caetano Bledorn, Dunga, argumentando que há interesses ilegítimos por trás de suas convocações. O ex-jogador afirmou que acha estranho não ver os melhores jogadores brasileiros nas convocações de Dunga e que, apesar de serem amigos, acredita que o técnico esteja obedecendo aos interesses dos agentes dos jogadores, segundo declarou em uma entrevista à BBC.

“Dunga é meu amigo, mas está comprometido. Não chama os melhores e há muitos interesses por trás dele. A convocação pertence aos agentes que querem enriquecer-se com as chamadas para a seleção”, afirmou à rede britânica. Por outro lado, o ex-jogador garantiu que reza para que o atual presidente da FIFA, Joseph Blatter, também seja detido por corrupção. “A FIFA é um órgão corrupto e dentro dela há um cartel. Alguns deles já foram presos, e outros serão. Espero e rezo todos os dias para que Blatter seja um deles”, disse em uma entrevista para La Gazzeta dello Sport.

MAIS INFORMAÇÕES

O senador do PSB indicou que Platini não é a melhor opção para substituir Blatter no comando da FIFA. “Não posso afirmar que Platini seja corrupto, mas está claro que a forma de dirigir a UEFA não é a melhor. Platini faz parte desse mundo e não há nada positivo em sua gestão”, acrescentou. O voto de Romário irá para seu compatriota Zico, embora tenha ressalvado que acha que “ele não está pronto” para assumir o controle da FIFA, apesar de no passado ter dito que o considerava um candidato adequado. Também acrescentou que não acredita que ele vá ter chance, já que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não o apoia.

Rafinha pede para ficar de fora

O lateral direito Rafinha, do Bayern, pediu à CBF que seja excluído da lista de 23 convocados para os dois primeiros jogos das eliminatórias do Mundial da Rússia, divulgada por Dunga no dia 17. A CBF anunciou na terça-feira em um comunicado que o jogador do Bayern expressou o desejo de não comparecer à convocação porque, segundo afirmou, não é “uma das principais opções” em sua posição.

A seleção brasileira debutará nas eliminatórias sul-americanas contra o Chile, em Santiago, em 9 de outubro, e na segunda partida enfrentará a Venezuela no estádio Castelão, em Fortaleza, no dia 13. O lateral, que reside há 11 anos na Alemanha, chegou a jogar nas categorias juvenis e até participou de dois amistosos com a seleção principal. Foi convocado para cobrir a baixa de Dany Alves.

Arquivado Em: