Emmy é dado pela primeira vez a um filme de realidade virtual

Premiação é concedida a uma versão de 'A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça'

Para desfrutar como nunca as decapitações do Cavaleiro sem Cabeça é preciso cobrir a testa com um capacete de realidade virtual. O filme Sleepy Hollow Virtual Reality Experience, uma produção da empresa canadense Secret Location, associada à FOX, acaba de ganhar um Emmy, prêmio concedido pela Academia de Televisão dos Estados Unidos. É a primeira vez que um filme de realidade virtual conquista essa honraria, obtida na categoria técnica de experiência do usuário e design visual.

MAIS INFORMAÇÕES

O filme foi apresentado em julho na Convenção Internacional de Comics de San Diego (Comic-Con) como uma adaptação para a realidade virtual da série de televisão transmitida pela rede FOX desde 2013. Para ver o filme é preciso usar um capacete de realidade virtual Oculus Rift DK2, segundo informa a revista norte-americana The Verge, que também cita “reações aterrorizadas” dos espectadores ao verem como o cavaleiro decapitado se aproximava diretamente deles e lhes cortava a cabeça.

Os Oculus Rift são os produtos de destaque da companhia Oculus, fundada em 2012 e com sede em Irvine (Califórnia). A empresa apresentou recentemente seus Oculus Touch, comandos para videogames. Além dos jogos e filmes como o agora premiado, a expectativa é que os capacetes de realidade virtual sejam empregados para o desenvolvimento de plataformas virtuais como as que são elaborados pelos criadores da Second Life ou as redes sociais.

The Legend of Sleepy Hollow (traduzido no Brasil como A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça) é uma história do escritor norte-americano Washington Irving, datada de 1820. O argumento inspirou longa-metragens de Walt Disney e Tim Burton, em 1949 e 1999, respectivamente.

Arquivado Em: