Seleccione Edição
Login

Dezenas de pessoas evacuadas pela erupção de vulcão no México

Cratera segue lançando material incandescente; autoridades ordenaram fechar aeroporto

FOTOGALERIA Ver galeria de fotos
Uma imensa nuvem de cinza depois de uma explosão. EFE

O Vulcão de Fogo de Colima, no oeste do México, continua em atividade permanente com expulsões de gás, água e cinzas. As autoridades evacuaram mais de uma centena de pessoas de comunidades próximas e fecharam o aeroporto de Colima como medida de precaução. O aumento da atividade vulcânica começou na noite de quinta-feira e continuou durante a sexta-feira com expulsão de material incandescente e um desabamento perto da cratera.

As autoridades aumentaram a vigilância, disse o coordenador nacional da Proteção Civil, Felipe Puente, em uma mensagem através do Twitter e recomendou que as pessoas não se aproximassem da cratera. Pelo menos sete comunidades ao redor do vulcão foram cobertas pelas cinzas. “Esta é a atividade mais intensa do vulcão desde 2005”, informou Puente a uma rádio local.

O governo mexicano estima que nos próximos dias a atividade do vulcão, localizado na fronteira dos Estados de Colima e Jalisco, se reduzirá consideravelmente. No entanto, também prevê três cenários possíveis: que o fluxo de lava continue para o sul, sudoeste e norte; que a câmera do vulcão registre uma explosão que produza uma erupção maior; ou que o acúmulo de cinza rompa o domo na boca da cratera.

Dado o aumento de atividade, a Proteção Civil determinou ativar os protocolos preventivos na área, que incluem a proibição de se aproximar a 12 km do vulcão. Os habitantes das cidades próximas foram solicitados a tomar medidas preventivas em caso de chuva de cinzas e a ficar atentos aos anúncios da Proteção Civil. Tanto Colima como Jalisco informaram ter aberto ao menos quatro abrigos temporários frente à possibilidade de uma evacuação em massa.

O secretário de Governo Miguel Ángel Osorio Chong disse por meio da mesma rede social que as autoridades federais mantêm uma “coordenação permanente” com as autoridades estaduais e monitoram “o aumento da atividade do vulcão de Colima”. Com uma altitude de 3.820 metros acima do nível do mar, o vulcão é considerado um dos mais ativos do México –sua última grande erupção foi em janeiro de 2013– ao lado do Popocatepetl, no centro do país.

MAIS INFORMAÇÕES