A pizza salvadora

Mulher da Flórida denuncia seu sequestro ao fazer um pedido para a Pizza Hut

Na tarde da última segunda-feira, Ethan Nickerson mantinha Cheryl Tredway e seus três filhos presos em casa. Não deixava sua namorada sair, nem usar o telefone, mandar mensagens ou falar com alguém. Até que finalmente essa mulher, da Flórida (Estados Unidos), o convenceu a deixá-la usar o telefone para pedir comida.

Momentos depois, o Pizza Hut do condado de Highlands recebia a comanda de uma pizza grande de pepperoni. No pedido, publicado pela rede de televisão local WFLA News Channel 8, a mulher descrevia-se como “refém”. “Por favor, me ajudem. Chamem o 911 [o número dos serviços de emergência dos Estados Unidos]”, foi o pedido de ingrediente adicional, feito através do aplicativo do celular.

De acordo com o relatório policial, o casal discutiu e o homem pegou uma faca. Treadway contou às autoridades que seu namorado tomou seu celular quando ela pretendia sair de casa para buscar seus filhos no colégio. Após acompanha-la ao colégio, Nickerson a manteve incomunicável junto com seus filhos. Foi então que ela teve a ideia de usar o pedido de pizza para dar o alerta.

“Em 28 anos nunca vimos algo assim antes”, reconheceu a gerente do estabelecimento, Candy Hamilton, em declarações à WFLA. O restaurante entrou em contato com as forças de segurança, que enviaram uma patrulha à casa de onde veio o pedido.

Ao chegar, a Polícia foi recebida pela própria Treadway, que estava com uma criança nos braços. A mulher afirmou que seu namorado Ethan Earl Nickerson estava drogado e armado com uma faca e mantinha ela e seus três filhos presos.

Após retirarem Treadway de casa, os agentes falaram com Nickerson. “Suas primeiras palavras foram: ‘Não vou sair porque iria para a prisão”, contou o tenente Curtis Ludden, que participou da operação.

20 minutos depois, Nickerson, de 26 anos, abandonou a casa pacificamente e sem ferir ninguém. Ele enfrenta agora acusações por ataque à mão armada —ainda que sem intenção de matar—, agressão, retenção ilegal e obstrução da justiça.

O mais visto em ...Top 50