Seleccione Edição
Login

Quatro mortos em incêndio de plataforma da Pemex no México

Ao menos 16 ficaram feridos e 300 foram evacuadas de plataforma no Golfo do México

Cidade do México
Incendio en la plataforma de Pemex en Campeche Ampliar foto
A plataforma da Pemex em Campeche queimando. DIARIO PRESENTE

Quatro trabalhadores morreram, ao menos 16 ficaram feridos e 300 tiveram de ser evacuados por causa do incêndio que irrompeu nesta quarta-feira em uma plataforma petrolífera da Pemex, no Golfo do México, conforme confirmou um porta-voz da empresa estatal.

Um dos trabalhadores mortos era empregado da Cotemar, prestadora de serviços da Pemex. Os trabalhadores feridos são empregados da Pemex e de outras empresas de serviços. Os evacuados foram levados a outras plataformas na região, enquanto os feridos foram transportados ao hospital geral da companhia em Ciudad del Carmen.

Um porta-voz dos serviços de emergência da localidade de Cidade do Carmen, que fica nas proximidades da plataforma, afirmou à agência de notícias Reuters que haviam sido registradas 45 pessoas com lesões causadas pelo fogo. Entretanto, as autoridades indicaram um total de 16 feridos.

A Pemex informou a presença de oito navios no combate ao incêndio, ocorrido no leste da Península de Yucatán. O incêndio começou na madrugada de quarta-feira — hora local — em uma das regiões de extração mais importantes da petroleira, a Sonda de Campeche, por causas ainda desconhecidas.

Vídeo gravado por uma testemunha do incidente.

A companhia afirmou no Twitter que oito navios tentam apagar o fogo e que, como medida preventiva, o resto dos trabalhadores foi evacuado.

A estatal afirma em um comunicado que o incêndio aconteceu na área de desidratação e bombeamento da plataforma Abkatun Permanente na Sonda de Campeche, localizada frente às costas dos estados mexicanos de Tabasco e Campeche.

A Pemex registrou vários acidentes nos últimos anos. Em 2013, ao menos 37 pessoas morreram por uma explosão de gás no porão da sede da companhia pública, na Cidade do México, e em 2012 houve 26 mortos em outro incendeio em uma jazida de gás no noroeste do país.

O presidente Enrique Peña Nieto lançou um projeto de lei de reforma energética no ano passado para abrir o setor aos investidores estrangeiros, numa tentativa de reverter a queda da produção e modernizar as infraestruturas. A Pemex, que gera um terço das receitas fiscais do México, registrou um prejuízo de 17,7 bilhões de dólares (cerca de 56,33 bilhões de reais) em 2014, golpeada pela queda dos preços do petróleo mundial, pelos roubos de combustível por parte de gangues e pela queda do peso frente ao dólar. Em julho o Governo realizará o primeiro leilão para projetos em águas pouco profundas no Golfo do México.

MAIS INFORMAÇÕES