‘Selfie’ na urna, traídos pela vaidade

Justiça já registrou mais de 990 irregularidades na eleição brasileira. Quase 250 pessoas foram presas por boca de urna, compra de voto ou publicidade eleitoral, entre outros delitos

Eleitor tira uma 'selfie' com a urna eletrônica.
Eleitor tira uma 'selfie' com a urna eletrônica.Reprodução

Em um período de quatro horas, o Tribunal Superior Eleitoral já registrou 990 ocorrências de irregularidades cometidas por candidatos e eleitores neste domingo. As fraudes foram de boca de urna, compra de votos, divulgação de propaganda, transporte ilegal de eleitores, fornecimento ilegal de alimentos, entre outros. Desse total, policiais fizeram 248 prisões, sendo que 22 dos detidos em flagrante concorrem a algum cargo eletivo neste pleito. O Rio de Janeiro foi o Estado que registrou o maior número de delitos que resultaram em detenções, 55.

O presidente do TSE, José Antonio Dias Toffoli, analisou que essa quantidade de irregularidades é pequena, diante do tamanho das eleições brasileiras. São 142,8 milhões de eleitores que votam em quase 430.000 seções eleitorais.

Dias Toffoli também se manifestou sobre os eleitores que têm usado celulares na frente das urnas eletrônicas para fazerem fotos de si mesmo, as selfies. A medida foi tão comum neste domingo que criaram um Tumblr "Selfie na urna". Segundo Toffoli, a preocupação não é necessariamente com a vaidade do eleitor, mas com o sigilo do voto. "O que preocupa a Justiça eleitoral não é a vaidade, mas quando a pessoa está sendo coagida a demonstrar em quem ela votou", afirmou o ministro.

MAIS INFORMAÇÕES

Uma resolução do TSE proíbe esse tipo de foto e, caso seja comprovada a irregularidade, o eleitor pode ser detido e pode ser condenado a até dois anos de detenção. A brincadeira foi feita até mesmo por celebridades que postaram suas fotos.

Durante a divulgação dos dados, o ministro informou que 1.869 urnas eletrônicas precisaram ser trocadas, o que representa 0,38% do total. Além disso, a votação ocorre de maneira manual em duas seções eleitorais localizadas em dois municípios: Santo Antonio, no Rio Grande do Norte, e Jaguaré, no Espírito Santo.

Exterior

Mais da metade dos países que concentram votações de brasileiros pelo mundo já concluíram a votação. Até o início da tarde deste domingo, 50 dos 39 países fecharam suas urnas. O primeiro a concluir a votação foi a Nova Zelândia, quando era 1h no horário de Brasília, os brasileiros que vivem naquele país já tinham votado. Os últimos países que registrarão os votos são os Estados Unidos, em Los Angeles e São Francisco, e o Canadá, em Vancouver. Neles, a eleição deve acabar às 21h, no horário de Brasília.

Segurança

Há cerca de duas semanas, hackers tentaram invadir o sistema do TSE, mas segundo o órgão, não obtiveram sucesso. Questionado sobre a segurança da rede de informações da Justiça Eleitoral, Dias Toffoli disse que não há nenhum registro de irregularidade até o momento e que auditorias feitas nos seis meses que antecederam as eleições constataram que ele é seguro. "A maior prova da segurança é que nenhum partido político, nem o Ministério Público, nem a OAB ou qualquer outro envolvido no sistema constatou qualquer fraude. E todos eles são interessados diretamente nas eleições. Estamos seguros".

Arquivado Em: