A Califórnia declara estado de emergência depois do maior terremoto em 25 anos

O tremor, que foi sentido na baia de São Francisco, teve magnitude de 6.0

Destroços provocados pelo terremoto em uma estrada de Sonoma.
Destroços provocados pelo terremoto em uma estrada de Sonoma.P. D. / EFE

Um terremoto de 6,0 de magnitude, segundo o sistema geológico de EUA, sacudiu São Francisco e a baía da região, ao norte da Califórnia, na madrugada de domingo. O epicentro está seis quilômetros ao norte do American Canyon, a 40 quilômetros de São Francisco, bem perto das zonas vinícolas de Napa e Sonoma, onde se registraram alguns cortes de luz segundo PG&E, o serviço de eletricidade que abastece o Oeste dos EUA. Santa Rosa e Vallejo são as localidades mais próximas ao epicentro do tremor. O movimento sentiu-se desde o norte da cidade, em Oakland e para além de São José, onde termina.

Por enquanto, nenhuma morte foi registrada, mas há dezenas de feridos, três deles em estado grave - dois adultos e uma criança - na cidade de Napa, onde partes de edifícios se desprendaram. Mais de 70 pessoas foram levadas a hospitais locais. O centro com o maior número de feridos é o hospital Queen of the Valley, onde chegaram cerca de 10 ambulâncias. Houve registro de incêndios e ainda, várias estradas registraram danos, segundo informações da agência Reuters. Mais de 68.000 pessoas ficaram sem eletricidade, a maioria delas em Napa, e também em Sonoma.

Logo depois do sismo, a polícia de São Francisco havia explicado que não parecia haver danos consideráveis, mas continua atenta a telefonemas de socorro ou possíveis repetições do tremor. As autoridades estão fiscalizando o estado das estradas e linhas de trem antes de confirmar que não há danos nas infraestruturas e vias de transporte.

A cada terça-feira ao meio dia, um alarme em toda a cidade de São Francisco (Califórnia) lembra a possibilidade de um terremoto e posterior tsunami. Altofalantes distribuídos por todos os cantos comprovam que o sistema funciona em caso de ter que alertar a cidade. É motivo de piada para os locais e susto para os turistas. Mas não foi necessário ouvir nenhum alerta para sentir como o chão, as casas e os objetos se moviam de um lado a outro durante 30 segundos. Instantes depois, repetiam-se pequenos movimentos, oficialmente de 2,5.

Trata-se do terremoto mais importante desde o dia 17 de outubro, em 1989, em Loma Prieta, que na ocasião deixou um saldo de 63 pessoas mortas, 3.757 feridos e mais de 8.000 pessoas sem lar. O mais devastador, contado quase com tintes mitológicos, teve local em 1906. O posterior incêndio obrigou a, praticamente, reconstruir a cidade. Alcançou 7,9 de magnitude.

Mais informações

O mais visto em ...

Top 50