Ao menos 47 mortos na queda de um avião que tentava aterrissar em Taiwan

O acidente aconteceu nas ilhas Penghu

Equipes de resgate trabalham nas ferragens do avião na ilha e Penghu.
Equipes de resgate trabalham nas ferragens do avião na ilha e Penghu.Wong Yao-wen (AP)

Pelo menos 47 pessoas morreram e onze ficaram feridas nesta quarta-feira na queda de um avião da companhia TransAsia Airways que tentava um pouso de emergência no aeroporto de Magong das ilhas Penghu, no oeste de Taiwan, informou a Autoridade Civil de Aviação taiwanesa e os meios de comunicação locais.

O avião taiwanês, um ATR-22 com 14 anos de serviço e capacidade para 70 passageiros, havia decolado da cidade de Kaohsiung, no sul da ilha, e caiu perto do aeroporto de Magong, em Penghu (também conhecida como Pescadores), segundo confirmou o ministro de Transportes e Comunicações, Yeh Kuang-shih, citado pela agência CNA

No voo GE222 viajavam 58 pessoas, das quais 54 eram passageiros e quatro, tripulantes. Os feridos, vários deles com queimaduras graves, foram levados para hospitais locais.

A saída do avião de Kaohsiung atrasou quase duas horas devido ao tufão Matmo que assolava a ilha, com ventos superiores aos 100 quilômetros por hora e que causou o fechamento de escolas e mercados financeiros.

Duas horas depois da decolagem, a primeira tentativa de aterrissagem do avião falhou. Por conta da forte chuva e má visibilidade. Pouco depois, o piloto voltou a pedir autorização para a manobra, mas a torre de controle perdeu contato com a cabine quando a aeronave estava a uma altura de 300 pés (aproximadamente 100 metros), de acordo com a página da internet do jornal taiwanês United Daily News. Um pouco mais tarde o avião foi localizado em chamas nas proximidades da localidade de Xixi.

As imagens da televisão taiwanesa mostram os restos do avião rodeados de bombeiros e de membros das forças de segurança. O canal TVBS mostrou também o presidente da TransAsia, Chooi Yee-choong, que entre lágrimas se inclinou para pedir desculpas para as vítimas. “A companhia proporcionará toda a assistência. Apresentamos nossas mais profundas desculpas por este desafortunado incidente”, declarou Chooi, citado pela página na internet do canal.

A Comissão de Investigação da Segurança Aérea taiwanesa enviou uma equipe de investigadores para Penghu, um popular destino de férias para os taiwaneses, para recuperar as caixas pretas do avião. Segundo o diretor da Comissão, Wang Zhongxing, será aberta uma investigação para determinar se o acidente ocorreu por conta do mau tempo, uma falha mecânica ou um erro humano, de acordo com a CNA.

Trata-se do primeiro acidente aéreo com vítimas de um avião de passageiros desta companhia aérea, e o quinto de uma companhia taiwanesa nos últimos 25 anos. O mais grave deles ocorreu no aeroporto japonês de Nagoya, quando um avião da linha aérea China Airlines caiu e deixou 264 mortos, como recorda a agência de notícias taiwanesa.

A TransAsia, fundada em 1951, cobre sobretudo rotas internas taiwanesas, ainda que também conte com diversas rotas para outros destinos asiáticos, em países como a Tailândia, Camboja ou Japão.

O acidente ocorreu apenas seis dias depois de cair na Ucrânia um avião da companhia aérea Malaysia Airlines, com 298 pessoas a bordo, e quatro meses depois do desaparecimento de uma aeronave da mesma companhia aérea quando fazia a rota entre Kuala Lumpur e Pequim.

Arquivado Em: