Seleccione Edição
Login

Desastre aéreo na Ucrânia

A aeronave, que fazia a rota entre Amsterdã e Kuala Lumpur, caiu perto de Donetsk. Não há sobreviventes, segundo o Governo ucraniano, que mantêm combates com os pró-russos nesta área.

  • O avião da Malaysia Airlines que caiu na Ucrânia levava 295 pessoas a bordo e fazia a rota Amsterdã- Kuala Lumpur.
    1O avião da Malaysia Airlines que caiu na Ucrânia levava 295 pessoas a bordo e fazia a rota Amsterdã- Kuala Lumpur. AP
  • Membros das equipes de emergência caminham entre os destroços do Boeing 777-200. Mais de 300 pessoas morreram no acidente, incluindo 23 norte-americanos, segundo um porta-voz do Ministério de Interior ucraniano.
    2Membros das equipes de emergência caminham entre os destroços do Boeing 777-200. Mais de 300 pessoas morreram no acidente, incluindo 23 norte-americanos, segundo um porta-voz do Ministério de Interior ucraniano. REUTERS
  • Um rebelde pró-russo observa os destroços do avião de Malaysia Airlines.
    3Um rebelde pró-russo observa os destroços do avião de Malaysia Airlines. REUTERS
  • Destroços do avião malasiano que caiu no leste da Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia.
    4Destroços do avião malasiano que caiu no leste da Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia. REUTERS
  • O primeiro-ministro ucraniano, Petro Poroshenko, declarou em um comunicado que "não exclui" que o avião tenha sido "abatido".
    5O primeiro-ministro ucraniano, Petro Poroshenko, declarou em um comunicado que "não exclui" que o avião tenha sido "abatido". AFP
  • A linha aérea Malaysia Airlines informou na rede social Twitter da perda de contato com o voo MH017. Na fotografia, um soldado caminha sobre os restos do avião.
    6A linha aérea Malaysia Airlines informou na rede social Twitter da perda de contato com o voo MH017. Na fotografia, um soldado caminha sobre os restos do avião. REUTERS
  • Um grupo de pessoas inspeciona os restos do avião que caiu na localidade de Grabovo, na região de Donetsk, em Ucrânia.
    7Um grupo de pessoas inspeciona os restos do avião que caiu na localidade de Grabovo, na região de Donetsk, em Ucrânia. AP
  • Um grupo de pessoas chega ao local onde as autoridades reúnem os familiares dos viajantes do voo MH17 da Malaysia Airlines, no aeroporto Schipol em Amsterdã.
    8Um grupo de pessoas chega ao local onde as autoridades reúnem os familiares dos viajantes do voo MH17 da Malaysia Airlines, no aeroporto Schipol em Amsterdã. Getty Images
  • Akmar Binti Mohd Noor, cuja irmã viajava no voo MH17 da Malaysia Airlines, chora no aeroporto internacional de Kuala Lumpur.
    9Akmar Binti Mohd Noor, cuja irmã viajava no voo MH17 da Malaysia Airlines, chora no aeroporto internacional de Kuala Lumpur. AFP
  • Em Kiev, algumas pessoas expressam suas condolências às vítimas do desastre em frente à Embaixada holandesa.
    10Em Kiev, algumas pessoas expressam suas condolências às vítimas do desastre em frente à Embaixada holandesa. AP
  • Também em frente à Embaixada da Holanda, uma mulher ucraniana exibe um cartaz que diz "Putin é um assassino".
    11Também em frente à Embaixada da Holanda, uma mulher ucraniana exibe um cartaz que diz "Putin é um assassino". AP
  • Famílias saem de Schiphol desoladas, em um ônibus providenciado pelo aeroporto holandês.
    12Famílias saem de Schiphol desoladas, em um ônibus providenciado pelo aeroporto holandês. Getty Images