Festival de Cannes

Cate Blanchett ataca a desigualdade salarial entre homens e mulheres

A atriz, ganhadora de dois Oscar e mãe de três filhos, critica "toda a indústria" do cinema por manter essa tendência

Cate Blanchett no festival de cinema de Cannes.
Cate Blanchett no festival de cinema de Cannes.Tony Barson (Getty Images)

A atriz australiana Cate Blanchett, ganhadora de dois Oscar e mãe de três filhos, lançou nesta sexta-feira uma advertência pela igualdade de gênero na indústria do cinema, direto da sala de conferências do Festival de Cannes, onde apresentou Como Treinar o seu Dragão 2, longa fora de competição na localidade francesa.

"Seguimos em um mundo em que se continua sem pagar o mesmo a homens e mulheres, e não entendo isso". "Não me refiro à Dreamworks, senão a toda a indústria", disse a intérprete de 45 anos, habituada a ter de falar sobre sua condição de artista de sucesso e mãe de três crianças.

"É uma pergunta que só é feita a mulheres", acrescentou a musa de Woody Allen, Alejandro González Iñárritu e Wes Anderson, que participou de quase 50 longas e se converteu em uma das profissionais mais aplaudidas do mundo do cinema. Blanchett, que dá voz nesse filme de animação a Valka, uma nova personagem para a tribo viking de Berk e seus dragões, sublinhou que "ainda é surpreendente que essas perguntas sejam feitas".

No entanto, a atriz não se mostrou contrariada absolutamente ante os meios de comunicação, senão abertamente amável, muito irônica e divertida. A primeira questão sobre seus filhos foi driblada com elegância (Você está me perguntando se ainda tenho uma carreira em Hollywood?") e abordou o assunto sobre as crianças e os Oscar com bom humor. "Todos os dias a mamãe senta em uma cadeira e as deixa acariciar durante quinze minutos a estatueta", caçoou.

Arquivado Em: