“Se não ganharmos o Mundial, iremos todos para o inferno”

O presidente da CBF, José Maria Marin, diz se sentir “no purgatório”. Para Felipão, a responsabilidade agora é dos jogadores e da comissão técnica

A maior parte da diretoria do futebol brasileiro (cerca de 60 dirigentes e políticos) inaugurou na manhã desta quarta-feira, o que será seu ‘quartel geral’ durante a Copa do Mundo, a Granja Comary, na cidade de Teresópolis, a cerca de 90 quilômetros do Rio de Janeiro. As instalações, sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desde 1987, foram quase completamente reformadas durante os últimos dez meses: em concreto, reconstruiram totalmente as habitações dos jogadores e da comissão técnica, além de renovar a academia, o departamento médico e as salas de imprensa. O técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, depois de mostrar sua satisfação com as obras realizadas, afirmou que agora “toda a responsabilidade” de um eventual sucesso ou fracasso no torneio recairá somente sobre a comissão técnica e os jogadores.

‘Felipão’ tinha iniciado sua fala fazendo contundentes declarações ao presidente da CBF, José Maria Marin, que confessou se sentir “no purgatório” em uma entrevista à Folha de S. Paulo. “Se ganharmos a Copa, iremos para o céu. Se perdemos, iremos todos para o inferno. Falei isso para o Felipão”, disse o dirigente, que depois, ao entregar simbolicamente uma chave branca em formato de cartão a Scolari, retomou a imagem ao mencionar São Pedro, o guardião das chaves do céu. O técnico, sem perder o sorriso, contestou que “aqui temos todas as condições para tentar a conquista do hexacampeonato”.

A reforma da Granja Comary foi um pedido do próprio Scolari e sua atual comissão técnica depois de chegar ao cargo, no início de 2013; a seleção brasileira não treinava no local há algum tempo, desde o final de 2009, quando Dunga ocupava o posto de técnico e manifestou seu descontentamento com o pobre estado do alojamento. A Federação brasileira teve intenção de construir uma nova sede com campos de treinamento na cidade de Rio de Janeiro, e as obras chegaram a ser inauguradas oficialmente em 2009 pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter; mas o projeto fracassou por uma disputa legal sobre a propriedade dos terrenos.

O coordenador técnico e número dois da seleção, o também campeão mundial Carlos Alberto Parreira, afirmou que as instalações inauguradas são "luxuosas" e "funcionais", e opinou que, "quando o trabalho fora do campo é bem feito, uma das mãos já está no troféu". Também se referiu à estrela da seleção, Neymar, posto em suspeita recentemente por seu alto salário, a exigente comparação com seu colega Leo Messi e a polêmica sobre um possível crime fiscal em seu contrato pelo Barcelona. "Nós não estamos preocupados com Neymar", afirmou Parreira: "Ele tem a nossa confiança. Fez uma Copa das Confederações maravilhosa e seguramente confiamos e sabemos que ele repetirá as atuações da Copa das Confederações no Mundial, independentemente do que ocorra no Barcelona”.

A Granja de Comary (149.000 metros quadrados, 8.500 metros de área construída) é uma fortaleza praticamente impenetrável em uma cidade afastada dos grandes centros urbanos, o que diminuirá, sem dúvida, o fluxo de fãs nos treinos do Mundial. Scolari, pelo ora, não descartou abrir alguns treinos ao público. Dotada de todos os progressos técnicos em matéria esportiva e sanitária, além dos confortos próprios de um hotel de 5 estrelas, os quatro campos de treinamento têm a mesma grama que será usada em doze sedes do Mundial, além do mesmo sistema de rega.

A seleção ‘verde e amarela’ vai se concentrar em Teresópolis no próximo 26 de maio, 16 dias antes de sua estreia contra a Croácia na partido inaugural do Mundial. Enquanto, uma comissão da FIFA decide nesta mesma semana se deve fazer alguma mudança na organização do campeonato pelo atraso nas obras dos estádios de Porto Alegre, cuja situação a dois meses e meio do início do evento coloca sérias dúvidas sobre sua viabilidade. Outros três estádios, teoricamente finalizados, não foram inaugurados ainda.

O mais visto em ...Top 50