Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Ator que interpretou Power Ranger vermelho confessa assassinato

Ricardo Medina admitiu ter matado colega de quarto com uma espada

Ricardo Medina e, à direita, o Power Ranger vermelho.
Ricardo Medina e, à direita, o Power Ranger vermelho.

O ator Ricardo Medina Jr., de origem porto-riquenha, que participou em várias produções da série Power Rangers, confessou nesta sexta-feira ter assassinado seu companheiro de quarto com uma espada, informou o escritório do promotor do condado de Los Angeles por meio de um comunicado. O ator, de 38 anos, foi preso em fevereiro de 2015 por ter matado seu colega de quarto Joshua Sutter. Segundo o relato das autoridades, Medina discutiu com Sutter sobre a namorada do ator.

Medina, que naquele momento estava com a namorada, trancou-se em seu quarto, mas Sutter conseguiu entrar e então o ator cravou-lhe a espada. Sutter foi levado de ambulância para um hospital, onde sua morte foi constatada. Agora ele pode pegar até 26 anos de prisão.

A sentença do caso será conhecida no dia 30 de março e Medina pode ser condenado a seis anos de prisão, caso condenado com o atenuante de crime passional. O ator trabalhou em séries como Power Rangers Força Animal (2002) e Power Rangers Samurai (2011-2012), duas das várias continuações da famosa série da Konami lançada em 1993, que neste ano terá o lançamento da nova versão cinematográfica com um novo elenco. Na série, cujo elenco mudava de vez em quando, Medina interpretou o Power Ranger vermelho, o líder do grupo de heróis que se reunia para lutar contra os monstros.

MAIS INFORMAÇÕES