Javier Sampedro: “Nosso trabalho é a forma de nos rebelarmos contra a consagração da mentira”

Redator do EL PAÍS, especializado em ciência, vê o jornalismo como arma contra a epidemia de boatos

O repórter do EL PAÍS e cientista Javier Sampedro.
Mais informações

O jornalista do EL PAÍS e cientista Javier Sampedro defende uma obviedade que pode se diluir em meio a uma epidemia de boatos: “A função de um jornal é dizer a verdade, ou o que nesse momento mais se aproxime da verdade”.

“Nosso trabalho no jornal, em geral, é uma forma de nos rebelarmos contra a consagração da mentira que estamos vivendo”, afirma. Embora admita que os jornalistas não podem evitar que as notícias falsas e as mentiras se espalhem pela sociedade, considera que é responsabilidade deles contar a verdade para que o leitor acredite no que achar melhor.

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: