Músicos

Rapper Kanye West anuncia sua candidatura à presidência dos EUA

“Devemos cumprir a promessa de confiar em Deus, unificar nossa visão e construir nosso futuro”, declarou astro no 4 de Julho

Kanye West com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em dezembro de 2016.
Kanye West com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em dezembro de 2016.TIMOTHY A. CLARY / AFP

O rapper Kanye West anunciou no sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, que apresentará sua própria candidatura à presidência do país, após ter apoiado o atual mandatário e candidato à reeleição, Donald Trump. “Agora devemos cumprir a promessa de confiar em Deus, unificar nossa visão e construir nosso futuro. Vou me candidatar a presidente dos EUA”, anunciou o músico em suas redes sociais com o lema #2020VISION.

Não é a primeira vez que West (um afro-americano de 43 anos que, segundo a revista Forbes, foi a estrela mais bem paga em 2020) especula sobre sua incursão na política, mas o aviso de sábado é o mais seguro até agora. O dia escolhido não é casual, pois 4 de julho é a festividade política mais importante dos EUA, ao celebrar a declaração de independência do país.

Até o momento, a equipe do rapper e produtor não deu mais detalhes sobre a notícia nem sobre os passos que serão dados para materializar uma candidatura real. Tampouco está claro se será uma postulação independente ou nas fileiras de algum partido político. Nos últimos anos, West foi um firme defensor das políticas de Trump, a quem visitou em 2018 durante uma reunião na Casa Branca para conversar sobre a violência e o sistema penitenciário dos EUA.

Exibindo um boné vermelho com o lema Make America Great Again, o célebre músico qualificou na ocasião o presidente norte-americano como herói e agradeceu por lhe fazer sentir “como Super-Homem”. Mais tarde, em 2019, o músico voltou a repetir seu objetivo de chegar à presidência durante entrevistas para promoção de seu disco religioso Jesus is king, embora tenha situado a disputa em 2024.

“Quando eu concorrer a presidente em 2024, teremos criado tantos empregos que não vou correr, vou caminhar”, disse West, fazendo um jogo de palavras com o verbo run (que em inglês pode significar concorrer a um cargo ou correr). Agora, após o anúncio de sua candidatura, ele deverá definir se tem uma equipe de campanha —caso se alinhe com os princípios políticos que tem defendido— ou se será um rival de Trump, cuja escolha pelo Partido Republicano é dada como certa.

A reação mais relevante ao anúncio de West até agora foi a do empresário Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX, que afirmou que o músico conta com todo o seu apoio.

Mais informações