Lua

Como seria a Terra se não existisse a Lua?

Se o satélite desaparecesse haveria uma dramática mudança climática e, se nunca tivesse existido, a vida teria sido muito difícil

A sua pergunta pode ter duas respostas dependendo do que você quis dizer com "se não existisse a Lua". Na sua suposição, o astro nunca teria existido ou teria desaparecido?

Se a Lua desaparecesse por qualquer motivo, muitas coisas aconteceriam: a primeira é óbvia, não teríamos luar e as noites seriam sempre escuras. E isso influenciaria o comportamento animal e vegetal porque os seres vivos na Terra, incluindo os humanos, estão adaptados aos ciclos do Sol e da Lua. Também deixaria de haver eclipses porque desapareceria o objeto que eclipsa.

MAIS INFORMAÇÕES

Mas talvez o mais importante seja que não haveria marés. Ou, mais exatamente, haveria marés, mas seriam muito menores porque só existiriam as marés provocadas pelo Sol (marés solares) e desapareceriam as provocadas pela Lua, que são as mais importantes. Isso teria efeitos importantes. O primeiro é que a água dos oceanos teria muito pouco movimento, o que influenciaria principalmente os seres que vivem neles, porque as marés promovem uma limpeza. O movimento das marés realiza uma espécie de drenagem do fundo do mar.

Além disso, se você tirar a Lua, o nível dos oceanos oceanos também seria alterado, provocando mudanças climáticas. Muitos seres vivos não seriam capazes de se adaptar tão rapidamente a essas mudanças e desapareceriam.

O eixo de rotação da Terra também passaria por uma mudança, pois ele permanece fixo, em parte, pela Lua. O plano onde estão o Sol e os planetas é chamado de eclíptica, e a Terra não gira exatamente perpendicular à eclíptica, mas o faz em um ângulo de 23 graus. Essa inclinação é quase constante, e é assim porque a Terra também tem outro movimento, além do de rotação, que é o da precessão. Esse movimento pode ser comparado ao de um pião, em que o eixo de rotação descreve um pequeno círculo enquanto o pião gira.

Na precessão terrestre, o eixo da Terra leva cerca de 26.000 anos para descrever esse círculo. Seguindo com o exemplo do pião, o eixo de rotação é mais estável quanto mais depressa ele gira. O movimento de precessão da Terra é produzido pela atração gravitacional que o Sol e a Lua exercem sobre ela. Se a Lua não existisse, a precessão seria mais lenta e o eixo de rotação seria mais instável. A Terra poderia se inclinar um pouco e, em vez de uma inclinação de 23 graus, poderia chegar a 40 graus, ou, num caso extremo, como acontece com Urano, cuja inclinação é de 90 graus, o que faz com que gire tombado. Em Urano, há uma metade do planeta (um polo) sempre ensolarado e outra metade sempre na sombra. Se isso acontecesse na Terra, as mudanças climáticas seriam ainda mais dramáticas. E tudo isso aconteceria em uma escala de tempo não muito grande.

Agora vamos para a segunda suposição, a de que a Lua nunca tivesse existido. Nesse caso, o dia não duraria 24 horas. A Terra se formou há 4,6 bilhões de anos e a Lua, cerca de 100 milhões de anos mais tarde. Nosso satélite foi formado porque havia outro corpo que girava com a Terra, se chocou contra ela e uma parte se desprendeu. A Terra não era rígida como é agora, não era exatamente líquida, mas fluida. Nesse tempo o dia durava umas seis horas, porque o planeta girava muito mais rápido.

Com a formação da Lua vieram as marés que criam atritos que desaceleram o planeta e tornam o dia cada vez mais longo até o que temos agora, de aproximadamente 24 horas. De fato, o dia ainda continua se alargando, embora muito pouco, 1,5 milésimos de segundo por século. Se a Terra girasse mais rápido, os ventos seriam muito mais violentos, assim como as correntes oceânicas. Ou seja, o clima seria muito diferente do que conhecemos e isso certamente teria prejudicado o aparecimento da vida porque uma das coisas que ajuda a evolução química é que as condições mudem, mas não muito depressa, e assim possam formar-se compostos químicos cada vez mais complexos. Não podemos afirma com certeza que não haveria vida, mas teria sido mais difícil que ela aparecesse na Terra se não houvesse a Lua.

Asunción Fuente é doutora em Física Teórica e pesquisadora no Observatório Astronômico Nacional da Espanha

Pergunta enviada por email por José Eleno Curiel

Nosotras respondemos é um consultório científico semanal, patrocinado pela Fundação Dr. Antoni Esteve, que responde às dúvidas dos leitores sobre ciência e tecnologia. São cientistas e tecnólogas, membros da AMIT (Associação de Mulheres Pesquisadoras e Tecnologistas) que respondem a essas perguntas. Envie suas perguntas para nosotrasrespondemos@gmail.com o por Twitter #nosotrasrespondemos.

Coordenação e redação: Victoria Toro

Arquivado Em: