Youtubers

‘Youtuber’ morre após gravar salto de paraquedas de empresa de cimento na Espanha

O falecido, de 29 anos, entrou com um amigo à noite e subiu em uma torre de 50 metros

Uma imagem do canal de Youtube do falecido.
Uma imagem do canal de Youtube do falecido.

MAIS INFORMAÇÕES

Um homem de 29 anos morreu na manhã desta quarta-feira em uma fábrica de cimento localizada na fronteira entre as cidades de Alicante e San Vicente del Raspeig, na Espanha, após sofrer um acidente num salto de paraquedas. O falecido tinha um canal no YouTube dedicado a esportes de risco e, aparentemente, queria gravar um salto noturno, confirmaram fontes próximas ao caso.

De acordo com as primeiras investigações, o falecido e um amigo saltaram a cerca que impede o acesso à fábrica de cimento da empresa Cemex, um recinto privado e que estava funcionando. Uma vez lá, ambos subiram ao topo de uma torre de cerca de 50 metros, da qual o falecido saltou primeiro. No entanto, o paraquedas não abriu por razões que ainda estão sendo investigadas e o jovem morreu ao cair no chão.

O acompanhante foi quem notificou os agentes da emergência por volta da 1h, segundo as fontes consultadas. A polícia local de San Vicente e uma unidade do serviço de emergência do SAMU foram transferidos para o local. Os agentes de saúde não puderam fazer nada pelo homem, que já havia morrido, segundo fontes do centro de coordenação de emergência da Comunidade Valenciana (CICU). Posteriormente, agentes da Polícia Científica e Judicial da Polícia Nacional assumiram o controle da investigação.

O canal da vítima do acidente no YouTube mal tinha seis assinantes. Ele se especializou em esportes de risco, uma vez que os vídeos que enviou para esta plataforma mostram saltos de uma ponte e práticas diferentes e voos de parapente e paraquedas. Segundo fontes familiarizadas com o caso, a intenção do falecido e de seu companheiro era registrar o salto e depois postar o vídeo na plataforma.