Seis brasileiros morrem na capital do Chile por vazamento de gás

Quatro adultos e dois menores morreram "devido ao monóxido de carbono", segundo autoridades chilenas

Os bombeiros em frente ao prédio onde ocorreu o incidente.
Os bombeiros em frente ao prédio onde ocorreu o incidente.Reprodução / Cuerpo de Bomberos de Santiago

Pelo menos seis brasileiros morreram na tarde desta quarta-feira no centro da capital chilena, aparentemente por emanação de monóxido de carbono, segundo o Corpo de Bombeiros de Santiago.

Os socorristas disseram à imprensa que o infeliz acontecimento foi registrado em um prédio localizado na rua Santo Domingo, a cerca de doze quarteirões do Palácio de La Moneda, sede do Executivo.

As autoridades locais confirmaram à Efe que quatro adultos e dois menores morreram, "preliminarmente devido ao monóxido de carbono", todos eles do Brasil.

Bombeiros, policiais uniformizados e funcionários do Serviço de Assistência Médica de Emergência (SAMU) trabalham no local. Eles ordenaram a evacuação de todos os residentes por conta do perigo que representava permanecer dentro do prédio.

Nos últimos 20 anos, o centro de Santiago se encheu de altas torres de apartamentos, muitos deles agora habitados por milhares de estrangeiros, em alguns casos em más condições, porque em cada apartamento é permitido viver mais de uma família.