Seleccione Edição
Login

FIFA desiste de Copa do Mundo 2022 com 48 seleções no Catar

Entidade que comanda o futebol mundial recua da decisão de ampliar o número de participantes já na próxima edição, em 2022, alegando motivos políticos e logísticos

Copa do Mundo 2022
A taça da Copa em 2018, na Rússia. Getty

A FIFA informou nesta quarta-feira que a Copa do Mundo 2022 será disputada entre 32 seleções, e não 48, como havia aprovado em janeiro de 2017. A decisão, segundo o organismo que dirige o futebol mundial, se deve a problemas políticos e de logística no Catar, sede da competição em 2022.

"Depois de um processo de consulta exaustivo e integral, com a participação de todas as partes interessadas, chegou-se à conclusão de que, nas atuais circunstâncias, essa proposta não pode ser feita agora", disse o Conselho da FIFA em nota. O anúncio será oficializado no próximo congresso da entidade, em 5 de junho, em Paris.

Em junho de 2017, o Catar foi alvo de um embargo diplomático e econômico por parte da Arábia Saudita, a grande potência da região, e dos seus principais aliados, que acusaram Doha de apoiar grupos islâmicos radicais e recriminaram sua aproximação com o Irã, o principal rival de Riad. A FIFA argumentou que para ampliar a Copa de 32 para 48 países é necessária uma avaliação detalhada e um estudo exaustivo do impacto logístico para os anfitriões.

O plano de uma Copa com 48 seleções terá, portanto, de esperar até 2026, quando México, Estados Unidos e Canadá organizarão conjuntamente a competição com 80 jogos. Para abrigar tantas partidas, o Catar teria de distribuir algumas delas para países próximos, como Omã e Kuwait.

MAIS INFORMAÇÕES