Seleccione Edição
Login

Por conflito político, Arsenal anuncia que não levará jogador armênio à final da Liga Europa no Azerbaijão

Em comunicado, a equipe inglesa informou que Mkhitaryan não será relacionado para a decisão contra o Chelsea, em Baku, porque não garante a segurança do atleta da Armênia em território azerbaijano

Mkhitaryan
Mkhitaryan, durante um treinamento com o Arsenal. AP

Henrikh Mkhitaryan, jogador armênio do Arsenal, não disputará a final da Liga Europa contra o Chelsea no próximo dia 29 de maio, no estádio Olímpico de Baku, capital do Azerbaijão. Segundo um comunicado publicado no site da equipe inglesa, Mkhitaryan não viajará ao país do leste europeu com a sua equipe porque não é possível garantir a segurança do jogador e de sua família durante a estadia em um país que se encontra imerso num conflito político com Armênia, onde o meia nasceu.

"Estamos muito decepcionados em anunciar que Mkhitaryan não viajará com a equipe para a final da Europa League contra o Chelsea. Exploramos a fundo todas as opções para que Micki faça parte do elenco mas, após discutir com o jogador e com sua família, decidimos que ele não viajará com o time", diz a nota. "Escrevemos à UEFA expressando nossa profunda preocupação por esta situação. Micki foi um jogador importante em nossa campanha até a final, por isso é uma grande perda para a equipe", acrescenta. "Também estamos muito tristes em ver um jogador perder uma grande final europeia por uma circunstância como esta, já que é algo muito raro na carreira de um jogador de futebol", lamenta o clube inglês.

Mkhitaryan, de 30 anos, participou de 39 partidas nesta temporada, 11 delas na Liga Europa, onde deu três assistências. Após superar uma fratura no metatarso que o tirou de 10 jogos em janeiro, ele se tornou um dos jogadores mais utilizados do elenco do Arsenal pelo treinador Unai Emery no restante da temporada.

MAIS INFORMAÇÕES