Final Copa Libertadores 2018

Boca e River empatam na final da Libertadores

A primeira partida da final continental termina com um atraente jogo dos clubes argentinos

Piniola e Benedetto, depois da partida.
Piniola e Benedetto, depois da partida.M.- BRINDICCI (REUTERS)

MAIS INFORMAÇÕES

A primeira disputa entre Boca Junior e River Plate foi tensa, como esperado. Os dois clubes de Buenos Aires empataram por 2 a 2 no estádio La Bombonera na primeira fase da final da Copa Libertadores. Tudo se resolverá no sábado, 24 de novembro, no campo do Monumental.

Boca fez o primeiro gol apesar da pressão de River Plate no primeiro tempo. Aos 34 minutos, o atacante Ramón Ábila arrematou duas vezes ao gol de Franco Armani e, em sua segunda oportunidade, venceu-lhe. A resposta dos milionários foi fulminante no minuto seguinte. Lucas Pratto tomou recebeu uma bola em profundidade para liquidar o goleiro xeneize, Agustín Rossi, com um tiro cruzado. A partida estava aberta até que apareceu Darío Benedetto, substituto de Cristian Pavón, para os locais novamente em vantagem. 

No segundo tempo, o River de Marcerlo Gallardo perdeu passes. A iniciativa total foi do lado de um Boca Juniors errante no ataque. Os jogadores do River, com Gonzalo Martínez como seu maestro, confiaram mais em suas habilidades nas jogadas de bola parada. Aos 16 minutos, Martínez lançou uma bola para a área. Na disputa pelo alto, Pratto subiu com Carlos Izquierdoz, que marcou contra. Ali fechou-se a porta dos gols. Boca teve a chance derradeira quando Carlos Tevez deixou Benedetto na cara do gol. O atacante partiu pela direita e ali apareceu Franco Armani para frustrar a tarde. A maior final de todos os tempos entre Boca e River se decidirá em 13 dias.

Arquivado Em: