Campeonato Espanhol

Um Griezmann implacável ameaça o Barça

Atacante da equipe de Simeone, caracterizada pela força defensiva, soma sete gols nos últimos dois jogos

Griezmann comemora um de seus 15 gols em La Liga.
Griezmann comemora um de seus 15 gols em La Liga.Pierre-Philippe Marcou (AFP)

Mais informações

Apostando em Griezmann e no seu eficiente ataque, o Atlético de Madrid busca surpreender o Barcelona no Camp Nou pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol. Cinco pontos atrás do líder, a equipe de Diego Simeone vem de duas goleadas: 5 a 2 contra o Sevilla, fora de casa, e 4 a 0 contra o Leganés, em Madri. Nas duas, o atacante francês esteve em seu auge, somando três gols no primeiro jogo e quatro no segundo. Os números mostram um Atlético que, sem perder a eficácia defensiva característica do treinador argentino, também mostra um ataque mais certeiro do que nunca.

Contra o Leganés, na última quarta-feira, Simeone começou no 4-3-3, com Thomas, Saúl e Koke no meio e Correa, Griezmann e Diego Costa no ataque. Ameaçado pelos visitantes no começo, Simeone logo ajeitou o time para um tradicional 4-4-2, que culminou nos quatro gols do atacante. A vitória foi a quinta seguida do Atlético; o Barcelona, ainda invicto, tem três empates nos últimos cinco jogos.

Depois de ter sido o grande nome dos dois últimos jogos, Griezmann iniciou a entrevista pós-jogo nesta quarta-feira com um pedido de desculpas. "Errei quando mandei a torcida se calar. Era um momento da partida em que achava que deveríamos manter a bola", disse o atacante, se referindo a um episódio de um mês atrás quando, em jogo contra o Valencia, o camisa 7 preferiu segurar a bola ao invés de aproveitar um contra-ataque e, após ouvir vaias da torcida, respondeu com o gesto característico de silêncio. Ao ser perguntado sobre o possível interesse do Barcelona em contratá-lo na próxima janela de transferências, Griezmann afirmou ainda ter muito o que aprender com Simeone e seus companheiros. Por fim, o francês ainda confessou um desejo para o jogo de domingo: "Quero fazer um gol no Camp Nou porque nunca marquei lá".

A ascensão do sistema ofensivo colchonero é visível através do aproveitamento de passes trocados pela equipe de Simeone. Na 19ª rodada, quando venceu o Eibar por 1 a 0, o Atlético passou a bola 259 vezes, com um acerto de 55%. Contra o Málaga, pela 23ª, venceram novamente por 1 a 0 e contabilizaram 440 passes e 73% de acerto. Já no último jogo, o 4 a 0 em cima do Leganés, a equipe ultrapassou os 700 passes, 90% deles certos. Embalado para diminuir a distância de cinco pontos para o líder e tirar a invencibilidade da equipe de Messi, o Atlético visita o Barcelona neste domingo (4), às 12h15 (horário de Brasília).