NFL

New England Patriots e Philadelphia Eagles disputarão o Super Bowl 2018

Pats vão em busca do sexto troféu Vince Lombardi, enquanto os Eagles querem conquistá-lo pela primeira vez em sua história

Amendola comemora um touchdown para o New England Patriots com Hogan.
Amendola comemora um touchdown para o New England Patriots com Hogan.D.Phillip (AP)

MAIS INFORMAÇÕES

O New England Patriots voltou a disputar um Super Bowl da mesma forma como ganhou no ano passado: com uma virada no placar contra os Jacksonville Jaguars (24 a 20). Enfrentarão o Philadelphia Eagles, que atropelou o Minnesota Vikings (38 a 7), em 4 de fevereiro no US Bank Stadium, em Minneapolis.

O time de Bill Belichick venceu os Jacksonville Jaguars por 24 a 20 na final da Conferência Americana, num jogo em que o astro Tom Brady atuou com uma lesão na mão direita. No primeiro quarto, os Pats conseguiram um field goal. Nos 15 minutos seguintes, Marcedes Lewis fez o primeiro touchdown para os Jaguars. Numa jogada terrestre, Leonard Fournette pôs o placar em 14-3. O primeiro tempo terminou em 14 a 10, com um touchdown de White para o time da Nova Inglaterra. A vantagem parcial da equipe da Flórida se assemelhava à da semana passada, quando eliminou os Pittsburgh Steelers. A coisa piorou quando o tight end dos Patriots, Rob Gronkowski, abandonou o gramado por causa de um choque na cabeça.

A vantagem do Jacksonville aumentou. Após nove séries ofensivas, conseguiu um field goal com Josh Lambo, ampliando o placar para 17 a 10 – um chute de 54 jardas, a maior distância para um jogador do Jacksonville em toda a história. Os Jaguars aumentaram a vantagem não com um touchdown, mas com outro chute de Lambo, de 43 jardas.

Brady voltou a comandar o ataque para se recolocar no placar. Encontrou seu melhor parceiro em Danny Amendola. Em dois lances eles conseguiram virar o placar para 24 a 20, a menos de oito minutos do fim do jogo. Assim, Belichick e o quarterback Brady disputarão seu oitavo Super Bowl com cinco anéis de campeão.

Alshon Jeffery comemora um touchdown para os Eagles.
Alshon Jeffery comemora um touchdown para os Eagles.G. Burke (USA TODAY Sports)

Na final da Conferência Nacional, os Minnesota Vikings queriam jogar o Super Bowl em casa. No primeiro quarto, Rudolph capturou um passe de Case Keenum para deixar os Vikings na frente, 7 a 0. Mas a resposta ofensiva do Eagles foi brutal, com uma bola interceptada por Robinson para igualar o marcador em 7 a 7. Blount derrubou a defesa do Minnesota e deixou o placar em 14 a 7. Depois chegou a conexão entre o quarterback Nick Foles e Jeffery para ampliar para 21 a 7. Antes do intervalo, Elliot marcou um field goal para o time de Filadélfia, abrindo uma vantagem de 17 pontos: 24 a 7.

A partir da segunda metade, Smith, com passe de Foles, voltou a mexer no marcador, 31 a 7. Durante o terceiro quarto, os Vikings pouco puderam fazer pelas mãos de Keenum. No início do quarto final, Foles voltou a encontrar Jeffrey e colocaram o placar em 38 a 7. Uma surra total.

Os Eagles chegaram ao primeiro Super Bowl em 1981, mas foram derrotados pelo Oakland Raiders: 27 a 10. Os Patriots e o Philadelphia reviverão a final da NFL de 2005. Nessa ocasião, Brady comandou a equipe que ergueu o troféu Vince Lombardi com um placar de 24 a 21. Os Pats buscam agora prolongar seu legado de sucesso frente aos surpreendentes Eagles.

Arquivado Em: