Morre Dolores O’Riordan

Para recordar o talento de Dolores O’Riordan: ‘Linger’, ‘Zombie’ e outros clipes icônicos

Líder do Cranberries morreu aos 46 anos nesta segunda. Lembramos alguns de seus sucessos

Dolores O'Riordan, cantora do The Cranberries
Dolores O'Riordan, cantora do The CranberriesJuanJo Martin / EFE

Voz inconfundível da banda irlandesa de rock The Cranberries, Dolores O'Riordan morreu em Londres aos 46 anos de maneira repentina. Com ela no vocal, a banda foi um dos maiores fenômenos musicais e de vendas de álbuns nos anos 90. Abaixo, uma lista com algumas das músicas mais icônicas do grupo que marcou uma geração.

Zombie

Sem dúvida o single de maior sucesso de seu grupo, The Cranberries. Uma canção em tom de protesto sobre o conflito na Irlanda do Norte.

Ode to my family

Trata-se do segundo single do álbum No Need to Argue. Um grande êxito nas paradas de todo o mundo. Nessa faixa Dolores O’Riordan cantava com saudade a tranquilidade e felicidade de sua infância antes de triunfar e se tornar famosa.

Dreams

Um dos grandes hinos de The Cranberries. Escrita por Dolores O’Riordan, foi gravada em 1992. Algumas vozes da canção eram de Mike Mahoney, ex-namorado dela.

Just my imagination

Foi lançada em 1999 como o terceiro single de seu quarto álbum, Bury the Hatchet. Uma das canções preferidas por seus fãs, costumavam tocar ao vivo.

Linger

No documentário 99 Love Life & Rock ‘n’ Roll, Dolores O’Riordan disse que a canção estava inspirada no que foi seu primeiro beijo. Pertence a seu álbum de estreia Everybody Else Is Doing It, So Why Can’t We?, lançado em 1993.

Mais informações