Ataque em Las Vegas

O que se sabe até agora sobre o tiroteio de Las Vegas

As últimas informações sobre a maior matança com arma de fogo na história dos EUA

Os Estados Unidos sofreram na noite deste domingo em Las Vegas a maior matança por arma de fogo de sua história. Estes são os principais dados do ataque até o momento.

-59 pessoas morreram e 527 estão sendo atendidas em hospitais após um ataque com arma de fogo em Las Vegas

-Segundo a polícia, o autor do tiroteio é Stephen Paddock, um contador aposentado de 64 anos, morador de Mesquite (Nevada). Ele se matou antes de ser capturado, segundo Joseph Lombardo, sheriff de Las Vegas, onde o suspeito não tem antecedentes criminais relevantes. Seu irmão afirmou que seu pai era um ladrão de bancos perseguido pelo FBI.

Mais informações

-As vítimas estavam em um show do cantor country Jason Aldean, dentro do Route 91 Harvest Festival. Na plateia estavam cerca de 22.000 pessoas, que se tornaram um alvo fácil.

-Os tiros foram efetuados do 32.o andar de um hotel das redondezas, o Mandalay Bay Cassino. A matança começou às 22h08 (hora local, 2h08 de segunda-feira em Brasília). O assassino tinha 19 armas em seu quarto e disparou por duas janelas, cujos vidros romperam. Os rifles estavam apoiados em tripés.

-Esta é a maior matança por arma de fogo da história dos Estados Unidos. A de Orlando, na discoteca Pulse, teve 49 mortos e 53 feridos.

-O motivo do crime ainda não é conhecido. O sheriff Joseph Lombardo qualificou os fatos como obra de um “lobo solitário” e de um "psicópata". Em princípio se descarta sua vinculação a algum grupo extremista e o FBI considera que não há conexão com terroristas islâmicos, apesar de o Estado Islâmico ter reivindicado o ataque.

-A polícia não tem dados sobre o envolvimento da companheira do suposto autor. Os dois viviam em uma tranquila vila para maiores de 55 anos em Mesquite, a 130 quilômetros de Las Vegas. Na casa, a polícia localizou 18 armas, munição e possível material para fabricar bombas.

-O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, enviou suas condolências às famílias das vítimas. Em um discurso solene anunciou que viajará a Las Vegas nesta quarta-feira. Ele qualificou a matança como um "ato de de pura maldade".