Seleccione Edição
Login

Ataque com motosserra na Suíça deixa cinco feridos

Autor do ataque na cidade de Schaffhausen permanece foragido, mas polícia descarta terrorismo

Ataque com motosserra em Schaffhausen
Polícia suíça isola local onde homem atacou pedestres em Schaffhausen com uma motosserra. REUTERS

Cinco pessoas foram feridas, duas delas em estado grave, depois de serem atacadas nesta segunda-feira por um homem com uma motosserra na cidade de Schaffhausen, situada no norte da Suíça, fronteira com a Alemanha. O incidente aconteceu nesta manhã em um edifício de escritórios no centro histórico da cidade de 35.000 habitantes.

Imagem do suspeito do ataque divulgada pela polícia de Schaffhaussen.
Imagem do suspeito do ataque divulgada pela polícia de Schaffhaussen.

O autor do ataque, que a polícia considera "muito perigoso", está foragido, mas autoridades locais asseguram que a agressão não foi um ato terrorista.

Os alarmes da cidade soaram às 10.39 horas, no momento do ataque. Desde então, está em marcha uma operação de busca para capturar o suspeito, que foi descrito como um homem de 1,90 metros com aspecto descuidado e calvície incipiente. Os agentes acreditam que ele fugiu em uma van Volkswaggen Caddy com placas suíças.

As autoridades pediram à população que tenham cuidado e se mantenham fora da zona de busca. Segundo as testemunhas, o centro histórico da cidade permanece isolado.

MAIS INFORMAÇÕES