Coreia do Norte dispara um míssil balístico em plena escalada de tensão

O foguete partiu de uma zona ao norte da capital Pyongyang

Mais informações

A Coreia do Norte realizou neste início de noite um teste de lançamento de um míssil, desde uma região ao norte da capital do país, Pyongyang, mas que não chegou a sair do território norte-coreano. O míssel explodiu pouco tempo depois, mas a Coreia do Norte difundiu algumas imagens como mostra do seu poder. Não foram dados detalhes sobre o tipo de míssil.

A primeira reação da Casa Branca foi fria. Em um comunicado confirmou o teste balístico e detalhou que o presidente dos Estados Unidas havia sido informado. Donald Trump, no entanto, não demorou nem uma hora em resmpoder ao ato por Twitter: "A Coreia do Norte não respeitou os desejos da China e seu respeitado presidente ao lançar, ainda que sem sucesso, um míssel hoje. Mal!", escreveu.

O lançamento coincide com o aumento da tensão entre Coreia do Norte e Estados Unidos. Na semana passada o embaixador de Pyongyang na ONU, Kim In Ryong, afirmou que a escalada com Estados Unidos cria “uma situação perigosa na que uma guerra termonuclear pode estourar em qualquer momento”. “Se Washington opta por uma ação militar, estamos preparados para reagir a qualquer tipo de conflito”, assinalou o diplomata na ONU.

Suas palavras chegaram em resposta à advertência lançada horas antes pelo vice-presidente Mike Pence. Em sua visita à Coreia do Sul, o segundo homem mais poderoso da Casa Branca deu por terminada a era da “paciência estratégica” e anunciou que “todas as opções estavam sobre a mesa”, incluídas ações militares de repreensão como as lançadas na Síria e Afeganistão.