ELEIÇÕES eua

Donald Trump nega ter assediado várias mulheres que define como “horríveis”

Candidato pergunta por que não há mais mulheres que apareçam dizendo o mesmo do presidente Obama

O candidato republicano em Greensboro, Carolina do Norte.
O candidato republicano em Greensboro, Carolina do Norte.SARA D. DAVIS (AFP)

Mais informações

Qual é a melhor defesa quando um candidato é acusado de ter agredido sexualmente uma mulher? Se o acusado é Donald Trump, a resposta é que a reclamante “nunca seria sua primeira opção”.

Durante um comício realizado na sexta-feira em Greensboro (Carolina do Norte), o magnata qualificou as alegações de numerosas mulheres que nos últimos dias contaram os episódios em que as agrediu como “uma ficção total”

 O aspirante republicano chamou Jessica Leeds, que o acusa de ter-lhe tocado os seios durante um voo nos anos 80, de “essa mulher horrível”. “Acreditem, ela não seria minha primeira opção”, afirmou o candidato.

Falando de Natasha Stoynoff, a repórter da revista People que diz ter sido agredida antes de entrevistar Trump em Nova York, o empresário pediu a seus seguidores que checassem o perfil de Stoynoff no Facebook..

“Vocês entenderão”, disse ele. “Olhem. Olhem para ela. Vejam suas palavras e me digam o que pensam. Acho que não”, declarou durante outro comício.

E prosseguindo com o ataque como estratégia de defesa, Trump decidiu mencionar também o presidente Obama. “Por que não há mulheres que apareçam e digam as mesmas falsidades que dizem sobre mim, mas sobre ele? Poderiam dizer isso de qualquer um”, afirmou o republicano na sexta-feira. “Vou lhes dizer uma coisa. Ele que tenha cuidado porque podem dizer isso de qualquer um. De qualquer um.”