Seleccione Edição
Login

Acidente de trem em Nova Jersey mata brasileira e deixa dezenas de feridos

Autoridades iniciam uma investigação para determinar as causas do desastre

As vítimas do acidente na estação de Hoboken, em Nova Jersey, saem do trem depois da colisão. ATLAS

Um trem regional do serviço New Jersey Transit colidiu na manhã desta quinta-feira, em pleno horário de pico, contra a plataforma da estação terminal de Hoboken (Nova Jersey), deixando um morto e dezenas de feridos. Inicialmente a imprensa dos Estados Unidos mencionou três mortos, mas as autoridades posteriormente reduziram a cifra para apenas um, a brasileira Fabiola Bittar de Kroon, de 34 anos. Das 250 pessoas a bordo, 11 estão em estado grave, embora suas vidas não estejam em risco. As causas do acidente ainda não são conhecidas. As autoridades convocaram uma entrevista coletiva para a tarde desta quinta.

O acidente aconteceu às 8h45 (9h45 pelo horário de Brasília). A localidade de Hoboken, perto de Nova York, tem uma estação muito transitada. O serviço ferroviário foi suspenso enquanto equipes de emergência atendiam às vítimas. A agência que regula a segurança nos transportes ainda está por determinar se o choque contra a plataforma ocorreu por excesso de velocidade ou problema mecânico, pois não há indícios de que tenha sido deliberado. O site brasileiro G1 conversou com a mãe de Fabíola, morta no acidente, e informou que a filha, que era advogada, morava nos EUA com o marido há menos de um anos. "O meu marido nem consegue falar. Vamos lutar agora para trazer o corpo da minha filha para o Brasil", disse Sueli Bittar,.

Fabíola e o marido em sua foto de perfil do Facebook.
Fabíola e o marido em sua foto de perfil do Facebook.

A apuração das informações levará alguns dias. O trem acidentado cobria a linha de Pascack Valley. Testemunhas disseram que a composição “simplesmente não parou” ao chegar à plataforma. O dano causado no terminal é considerável, com uma parte do teto completamente derrubada. Técnicos ainda irão avaliar o estado da estrutura após o impacto, que causou um forte estrondo. Fontes do Centro Médico de Nova Jersey confirmam que houve 75 feridos, 11 deles em estado grave.

A maioria dos passageiros conseguiu sair por conta própria do trem, depois de quebrar as janelas. Os serviços de emergências priorizaram inicialmente a retirada de passageiros que ainda estivessem no interior dos vagões, e mais de 50 bombeiros foram mobilizados. Os trens que vinham atrás precisaram voltar para outras estações devido à interrupção da linha férrea.

O comboio entrava na estação final sendo empurrado por trás pela sua locomotiva. Hoboken é uma estação usada também pelo serviço ferroviário regional PATH. Como alternativas, os passageiros afetados pela suspensão poderão utilizar seus bilhetes do serviço New Jersey Transit em outros meios de transporte, como a balsa que cruza o rio Hudson.

Investigadores e especialistas da agência do transporte começarão a trabalhar na zona do acidente nas próximas horas. A estação de Hoboken, reformada recentemente depois dos efeitos da tempestade Sandy, sofreu um acidente similar há cinco anos. As autoridades querem determinar se os problemas que causaram aquele acidente realmente foram resolvidos, e vão rever os sistemas automáticos de controle da velocidade.

MAIS INFORMAÇÕES