Séries de TV

‘Narcos’ terá terceira e quarta temporada, sem Pablo Escobar

Netflix confirma que a história dos cartéis colombianos continuará depois da morte do seu líder

Pablo Escobar morre ao final da segunda temporada de Narcos. Ao invés de esconder essa informação, a Netflix usou-a na campanha promocional da série. Mas, apesar do momento anticlimático, Narcos continuará por pelo menos mais duas temporadas, a primeira delas em 2017, sem Wagner Moura no papel principal.

Mais informações

“O legado continua.” Com esta sucinta mensagem a Netflix anunciou em suas redes sociais a renovação da série rodada na Colômbia. Junto do slogan aparece a imagem de Gilberto Rodríguez Orijuela (interpretado por Damián Alcázar), o criador do Cartel de Cali, que se tornaria o rei do tráfico de cocaína nos EUA e Europa. Considerado por Washington como um dos criminosos mais perigosos da história, será provavelmente o novo protagonista.

O ator já antecipava essa possibilidade há alguns meses: “Eu adoraria. Há muitos lugares por onde a história pode ir”. Ao contrário de Pablo Escobar, Rodríguez Orijuela continua vivo, numa penitenciária do Tennessee. “Ainda faltam negócios para fechar”, antecipa a Netflix. É de se esperar, também, a permanência dos atores Alberto Ammann (que interpreta Pacho Herrera) e Francisco Denis (o irmão Miguel Orijuela), além de Pedro Pascal e Boyd Holbrook, os dois agentes antidrogas. Ao mesmo tempo, terá de ser resolvido o mistério de quem atirou em Escobar, cuja sombra certamente continuará presente na nova etapa.

Jose Padilha (de Tropa de Elite e Robocop) e Eric Newman (Filhos da Esperança) continuarão participando como produtores executivos da série.