‘Narcos’ terá terceira e quarta temporada, sem Pablo Escobar

Netflix confirma que a história dos cartéis colombianos continuará depois da morte do seu líder

Pablo Escobar morre ao final da segunda temporada de Narcos. Ao invés de esconder essa informação, a Netflix usou-a na campanha promocional da série. Mas, apesar do momento anticlimático, Narcos continuará por pelo menos mais duas temporadas, a primeira delas em 2017, sem Wagner Moura no papel principal.

Mais informações

“O legado continua.” Com esta sucinta mensagem a Netflix anunciou em suas redes sociais a renovação da série rodada na Colômbia. Junto do slogan aparece a imagem de Gilberto Rodríguez Orijuela (interpretado por Damián Alcázar), o criador do Cartel de Cali, que se tornaria o rei do tráfico de cocaína nos EUA e Europa. Considerado por Washington como um dos criminosos mais perigosos da história, será provavelmente o novo protagonista.

O ator já antecipava essa possibilidade há alguns meses: “Eu adoraria. Há muitos lugares por onde a história pode ir”. Ao contrário de Pablo Escobar, Rodríguez Orijuela continua vivo, numa penitenciária do Tennessee. “Ainda faltam negócios para fechar”, antecipa a Netflix. É de se esperar, também, a permanência dos atores Alberto Ammann (que interpreta Pacho Herrera) e Francisco Denis (o irmão Miguel Orijuela), além de Pedro Pascal e Boyd Holbrook, os dois agentes antidrogas. Ao mesmo tempo, terá de ser resolvido o mistério de quem atirou em Escobar, cuja sombra certamente continuará presente na nova etapa.

Jose Padilha (de Tropa de Elite e Robocop) e Eric Newman (Filhos da Esperança) continuarão participando como produtores executivos da série.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: