Ciclista brasileiro é desclassificado da Rio 2016 por doping

Nadador chinês e halterofilista do Quirguistão, bronze no Rio, também são excluídos

Prova de ciclismo de estrada, no último dia 10.
Prova de ciclismo de estrada, no último dia 10.PAUL HANNA (REUTERS)

O ciclista brasileiro Kleber Da Silva Ramos, de 30 anos, foi desclassificado dos Jogos Olímpicos do Rio após ser pego em um exame antidoping, realizado de surpresa em julho. Além dele, o nadador chinês Xinyi Chen, que participou da prova dos 100 metros borboleta, também foi excluído da competição, segundo a decisão Tribunal Arbitral dos Esportes divulgada nesta quinta. O mesmo tribunal também divulgou a suspensão do halterofilista Izzat Artykov, do Quirguistão. Ele foi medalha de bronze na categoria até 69 kg e, assim, tornou-se o primeiro medalhista a ser excluído dos Jogos Olímpicos do Rio por doping.

Mais informações

Ramos, que participou das provas de ciclismo de estrada, foi suspendido há uma semana. Segundo o tribunal, o ciclista ingeriu a substância conhecida como CERA, um agente estimulante que auxilia na recuperação. O tribunal informou ainda que o atleta não pediu uma audiência para apresentar sua defesa.

O ciclista brasileiro foi um dos 19 que a União Internacional de Ciclismo identificou o consumo de substâncias ilegais. Há outros dois brasileiros fazem parte do grupo —Raphael Mesquita Mendes e Josemberg Montoya Nunes Pinho—, que foram suspensos de competições. Eles, porém, não estiveram no Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos.

Já o nadador Chen consumiu uma substância chamada Hidroclorotiazida, um diurético que mascara o uso de outras substâncias. Após ouvir a defesa do nadador nesta quarta, o tribunal também decidiu suspendê-lo dos Jogos do Rio.

Finalmente o halterofilista Artykov foi desclassificado por ter consumido estricnina, um estimulante. Com a punição, o colombiano Luis Javier Mosquera Lozano, quarto colocado, fica com medalha de bronze.

Regras

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: