Dupla de ouro: Alison e Bruno batem italianos na final do vôlei de praia

Com jogo consistente, Alison e Bruno retomam hegemonia brasileira na modalidade após 12 anos

Alison e Bruno medalha de ouro vôlei de praia masculino
Alison e Bruno celebram a vitória. REUTERS

O Brasil não ocupava o ponto mais alto do pódio olímpico do vôlei de praia masculino desde Atenas 2004. Alison chegou perto disso em Londres 2012, mas perdeu a final e trouxe a prata para o Brasil. Na madrugada desta sexta-feira, contudo, o jogador brasileiro não deixou o ouro escapar de novo. Ao lado do parceiro Bruno Schmidt, Alison bateu os italianos Nicolai e Lupo por 2 sets a 0 e garantiu a quinta medalha de ouro da Rio 2016 para o Brasil.

Os italianos chegaram a assustar nos dois sets, quando ensaiaram vitórias com diferenças de dois ou três pontos, mas os bloqueios de Alison e a velocidade de Bruno, que parecia estar preparado para evitar que a bola caísse em qualquer ponto da quadra brasileira, a dupla conseguiu resolver o jogo em apenas dois sets. Com parciais de 21 a 19 e 21 a 17, os brasileiros não vacilaram e fecharam a partida contra a habilidosa dupla italiana sem conceder nem um set.

Um dia antes de os brasileiros celebrarem o ouro na areia do Rio de Janeiro, a dupla Ágatha e Bárbara havia perdido a disputa pelo ouro na mesma arena para as alemãs Ludwig e Walkenhorst. A história foi diferente nesta madrugada. Ao final da partida, Bruno destacou que estava muito cansado, mas disse que o barulho da torcida que viu sua vitória em Copacabana mostrava que tudo aquilo valia a pena. O jogador dedidiu a vitória ao pai, que, segundo o próprio Bruno, evitou que ele largasse o vôlei por duas vezes.

Com a quinta medalha de ouro na Rio 2016, o Brasil chega à 13ª posição no quadro de medalhas. O país ainda tem esperança de conseguir premiações pelo menos no futebol (feminino e masculino, que decidem bronze e ouro, respectivamente, na sexta-feira e no sábado), no vôlei masculino e na canoagem.

MAIS INFORMAÇÕES