Seleccione Edição
Login

EUA emitem alerta sobre viagens à Europa por ‘risco de atentado’

Governo se refere explicitamente a três eventos: a Eurocopa, o Tour de France e a Jornada Mundial da Juventude

Barack Obama e o secretário de Estado, John Kerry;
Barack Obama e o secretário de Estado, John Kerry; AFP

O Departamento de Estado dos Estados Unidos emitiu nesta terça-feira um alerta sobre viagens para a Europa por “risco de potenciais ataques terroristas” em “grandes eventos e lugares turísticos” no velho continente. “Como parte dos contínuos esforços do Departamento de Estado para proporcionar informação sobre fatos relevantes aos estadunidenses em suas viagens ao exterior, alertamos para o risco de potenciais ataques terroristas na Europa contra grandes eventos, lugares turísticos, restaurantes, lojas e transportes”, destacou em um comunicado o órgão encarregado das relações exteriores dos EUA.

Washington adverte que “os turistas que em grande número visitam a Europa nos meses de verão serão um dos principais alvos dos terroristas que planejam atentados em lugares públicos, especialmente nos grandes eventos”. De concreto, o Governo norte-americano cita a Eurocopa, que será realizada na França entre 10 de junho e 10 de julho, como “um dos potenciais alvos para os terroristas, assim como outros eventos esportivos em grande escala”, entre os quais o Tour de France, previsto para os dias 2 a 24 de julho.

Também alude a outras concentrações públicas, como a Jornada Mundial da Juventude, que reunirá 2,5 milhões de visitantes em Cracóvia (Polônia) entre 26 e 31 de julho. “Os cidadãos norte-americanos devem saber que a infraestrutura local pode entrar em colapso pelo grande número de visitantes”. O Departamento de Estado recomenda aos estadunidenses se manterem informados sobre a situação na Europa, seguir as instruções das autoridades locais e estarem preparados para maiores controles de segurança.

EUA emitem alerta sobre viagens à Europa por ‘risco de atentado’

“As autoridades europeias continuam adotando medidas para garantir a segurança pública e desarticular planos terroristas. Nós seguimos em contato com nossos aliados e continuaremos a compartilhar informações com eles para identificar as ameaças terroristas”, acrescenta. Nos últimos anos a Europa tem sido palco de vários atentados e a França é um de seus epicentros, como no caso do ataque contra o semanário Charlie Hebdo, em janeiro de 2015, e contra vários lugares de lazer na capital francesa – incluindo Saint-Denis, o estádio que receberá a partida inaugural e a final da Eurocopa–, em 13 de novembro do ano passado.

MAIS INFORMAÇÕES