Ricardo Darín dá voto de confiança a Mauricio Macri e é insultado pelo kirchnerismo nas redes sociais

O ator argentino afirmou: “Quero que este Governo dê certo, precisamos que ele dê certo”

Mais informações

A divulgação de seu último filme, Kóblic, obrigou o ator Ricardo Darín a se expor diante das câmeras de televisão. Em conversa com Tatiana Schapiro, do portal Infobae, a jornalista lhe perguntou se ele daria um voto de confiança ao presidente Mauricio Macri. “Como poderia não dar a ele um voto de confiança? Quero que ele dê certo, quero que a Argentina vá para a frente”, respondeu o argentino. A resposta, interpretada como “Darín dá um voto de confiança a Macri”, expôs o ator a um debate pelo qual ele, claramente, não esperava.

Em uma entrevista coletiva no Chile, Darín explicou em parte a repercussão que sua declaração teve em Buenos Aires. “Já aconteceu comigo, e gato escaldado tem medo de água fria, de alguma coisa retirada do seu contexto ter uma repercussão absolutamente inesperada. O que eu digo, apenas, é que quero que este Governo dê certo, precisamos que este Governo dê certo”, repetiu.

Se foi comedido no Chile, em Buenos Aires o ator deu mais detalhes, com uma retórica menos contida. “Recebi uma porrada de xingamentos, mas de uma forma tão escandalosa e escatológica que você nem pode imaginar. E me disse: ‘mas o que é isso?’. Não se deve ler os blogs”.

Os insultos foram enviados pelo Twitter e o próprio ator respondeu vários deles pessoalmente. “Das duas uma: ou você não leu a nota ou não entendeu nada. Seja como for, obrigado”, respondeu a um usuário. “O babaca é você, que não entendeu absolutamente NADA. Adeus”, escreveu para outro.

Para Darín, a fúria social gerada entre os kirchneristas pelo seu comentário pode ser atribuída a “uma grande quantidade de gente que está muito aborrecida”.

Mais informações

O mais visto em ...

Top 50