eleições eua

Vitória esmagadora de Trump elimina Marco Rubio da corrida presidencial

Com a vitória, magnata se aproxima da nomeação presidencial pelo partido Republicano

Donald Trump, durante um discurso.Gerald Herbert

Donald Trump avança como um rolo compressor rumo à nomeação presidencial do Partido Republicano. Com a contundente vitória obtida na terça-feira nas primárias da Flórida, o magnata conseguiu um duplo objetivo. Por um lado, soma um importante número de delegados para alçar-se com a candidatura e, por outro, eliminou da corrida presidencial o senador Marco Rubio, da Flórida, o aspirante no qual as elites republicanas confiavam para frear o showman.

A corrida republicana fica agora entre Trump, o senador Ted Cruz e o governador de Ohio, John Kasich

As primárias foram realizadas na terça-feira em outros quatro Estados (Ohio, Missouri, Carolina do Norte e Illinois), mas o foco da atenção estava na Flórida. E os resultados confirmaram o que as pesquisas vinham prognosticando havia semanas. Trump conseguiu uma esmagadora vitória que deixa quase sem margem as elites conservadoras para buscar uma alternativa ao homem de negócios que revolucionou a política norte-americana nos últimos meses com suas mensagens contra os imigrantes, especialmente os mexicanos, e soube catalisar o mal-estar de milhões de pessoas.

MAIS INFORMAÇÕES

Como se esperava, Marco Rubio anunciou de imediato sua renúncia a continuar na corrida presidencial. O jovem senador de origem cubana pronunciou um emotivo discurso no qual felicitou Trump por seu triunfo, entre vaias de seus simpatizantes, e afirmou que o país está vivendo “uma tempestade política”. “As pessoas estão cansadas, estão frustradas pela direção de nosso país”, disse Rubio, que pediu mudanças no establishment republicano. Esse establishment confiava nesse momento no senador para acabar com os sonhos presidenciais do magnata nova-iorquino, uma vez que Jeb Bush, filho e irmão de presidentes dos Estados Unidos, deixara a luta pela nomeação arrasado também pelo torvelinho Trump.

A corrida republicana fica agora entre Trump; Ted Cruz, o senador do Texas que também desagrada às elites conservadoras; e o governador de Ohio, John Kasich, um moderado bem visto pelo aparato republicano. Kasich se impôs nas primárias em seu Estado, o que alimenta suas opções de continuar na luta pela nomeação republicana.

Donald Trump se impôs claramente nas primárias realizadas em Illinois e de forma mais apertada na Carolina do Norte, onde Ted Cruz pôde pelo menos competir com força. No Missouri, a disputa entre Trump e Cruz estava acirrada.

As vitórias conseguidas na terça-feira posicionam Trump mais perto de sua designação como aspirante republicano. As elites conservadoras confiram em que o magnata não some os delegados suficientes para ser eleito candidato de modo automático (são necessários 1.237) e que caiba à convenção republicana a última palavra para a designação. Mas esse cenário parece cada vez mais complexo toda vez que o magnata nova-iorquino vai somando vitória após vitória.

Arquivado Em: