Seleccione Edição
Login

Um prêmio à cor do Boa Mistura

A Sociedade Geográfica Espanhola premia coletivo de artistas madrilenho por sua aposta no desenvolvimento sustentável através da arte urbana

  • O grupo de artistas Boa Mistura acaba de receber o prêmio de empreendedorismo da Sociedade Geográfica Espanhola por sua "aposta no entendimento global e no desenvolvimento sustentável através da arte urbana participativa". "Nos últimos anos, este coletivo madrilenho encheu o planeta de cores e mensagens positivas, transformando a face de bairros deprimidos, dinamizando muitos espaços ou modificando o espaço público, sempre envolvendo a população local", diz o comunicado do prêmio. Na fotografia, uma de suas principais intervenções, em 2013, na Cidade do Panamá. “Somos Luz” é a mensagem da intervenção, que teve a participação dos próprios moradores, os 50 apartamentos do edifício Begonia I, no bairro de El Chorrillo. A escala do trabalho superou 2.000 metros quadrados pintados.
    1O grupo de artistas Boa Mistura acaba de receber o prêmio de empreendedorismo da Sociedade Geográfica Espanhola por sua "aposta no entendimento global e no desenvolvimento sustentável através da arte urbana participativa". "Nos últimos anos, este coletivo madrilenho encheu o planeta de cores e mensagens positivas, transformando a face de bairros deprimidos, dinamizando muitos espaços ou modificando o espaço público, sempre envolvendo a população local", diz o comunicado do prêmio. Na fotografia, uma de suas principais intervenções, em 2013, na Cidade do Panamá. “Somos Luz” é a mensagem da intervenção, que teve a participação dos próprios moradores, os 50 apartamentos do edifício Begonia I, no bairro de El Chorrillo. A escala do trabalho superou 2.000 metros quadrados pintados.
  • Intervenção em 2014, em diversas faixas de pedestres em Madri e Barcelona. "Este projeto é um ato de amor de artistas e poetas para humanizar nossas cidades", diz o grupo de artistas urbanos Boa Mistura, nascido no final de 2001, em Madri. O termo "Boa Mistura", nome em português escolhido pelo grupo espanhol, faz referência às diversas especialidades dos seus membros: o arquiteto Javier Serrano "Pahg", o engenheiro civil Rubén Martín, "rDick", o publicitário Pablo Purón, "Purone", e os graduados em Belas Artes Pablo Ferreiro, "Arkoh", e Juan Jaume, conhecido como "Derko".
    2Intervenção em 2014, em diversas faixas de pedestres em Madri e Barcelona. "Este projeto é um ato de amor de artistas e poetas para humanizar nossas cidades", diz o grupo de artistas urbanos Boa Mistura, nascido no final de 2001, em Madri. O termo "Boa Mistura", nome em português escolhido pelo grupo espanhol, faz referência às diversas especialidades dos seus membros: o arquiteto Javier Serrano "Pahg", o engenheiro civil Rubén Martín, "rDick", o publicitário Pablo Purón, "Purone", e os graduados em Belas Artes Pablo Ferreiro, "Arkoh", e Juan Jaume, conhecido como "Derko".
  • Intervenção em 2012, em Paris, na Noite Branca (Nuit Blanche), de 4 a 5 de outubro. A localização, incluída no percurso de Arte Urbana, está sob os trilhos elevados da linha 6 do metrô, entre as estações de Chevaleret e Quai de la Gare.
    3Intervenção em 2012, em Paris, na Noite Branca (Nuit Blanche), de 4 a 5 de outubro. A localização, incluída no percurso de Arte Urbana, está sob os trilhos elevados da linha 6 do metrô, entre as estações de Chevaleret e Quai de la Gare.
  • Cores nas cúpulas de concreto do mercado da Cebada, em 2012. "O mercado está localizado no coração do [bairro] La Latina, o epicentro das tapas em Madri. É um símbolo para os moradores, mas precisava rejuvenescer", diz o coletivo na memória do projeto. "J&B tem sido a força motriz de um projeto que visa transformar o mercado, dando-lhe mais visibilidade. A intervenção inclui as seis cúpulas, 4.800 metros quadrados, e as duas fachadas principais, de 650 metros quadrados. Buscando injetar otimismo em uma sociedade cercada por negatividade, usamos a palavra como arma para reverter esse processo, escrevendo a frase ‘Encha a Vida de Cor’. Nas cúpulas, aproveitamos a complexidade do suporte para finalizar a intervenção com a palavra Cor, escrita com uma anamorfosis".
    4Cores nas cúpulas de concreto do mercado da Cebada, em 2012. "O mercado está localizado no coração do [bairro] La Latina, o epicentro das tapas em Madri. É um símbolo para os moradores, mas precisava rejuvenescer", diz o coletivo na memória do projeto. "J&B tem sido a força motriz de um projeto que visa transformar o mercado, dando-lhe mais visibilidade. A intervenção inclui as seis cúpulas, 4.800 metros quadrados, e as duas fachadas principais, de 650 metros quadrados. Buscando injetar otimismo em uma sociedade cercada por negatividade, usamos a palavra como arma para reverter esse processo, escrevendo a frase ‘Encha a Vida de Cor’. Nas cúpulas, aproveitamos a complexidade do suporte para finalizar a intervenção com a palavra Cor, escrita com uma anamorfosis".
  • Cidade do Cabo, África do Sul, 2011. Intervenção em Velokhaya, uma escola de ciclismo que se transformou em um centro desportivo e cultural no qual treinaram cerca de 300 crianças que, em muitos casos, encontram nesse local a segurança (e a fuga através do esporte).
    5Cidade do Cabo, África do Sul, 2011. Intervenção em Velokhaya, uma escola de ciclismo que se transformou em um centro desportivo e cultural no qual treinaram cerca de 300 crianças que, em muitos casos, encontram nesse local a segurança (e a fuga através do esporte).
  • San Cris de Colores, Madri, 2013. Intervenção em San Cristóbal de Los Angeles, um bairro de Villaverde, na periferia sul de Madri. O Boa Mistura participou da primeira fase do projeto do grupo Basurama, 'Autobarrios', sob a estrutura da A4 que dá acesso "a um bairro onde coexistem campesinos, ciganos, dominicanos, magrebinos, latino-americanos e africanos, sendo, por vezes, considerado como gueto".
    6San Cris de Colores, Madri, 2013. Intervenção em San Cristóbal de Los Angeles, um bairro de Villaverde, na periferia sul de Madri. O Boa Mistura participou da primeira fase do projeto do grupo Basurama, 'Autobarrios', sob a estrutura da A4 que dá acesso "a um bairro onde coexistem campesinos, ciganos, dominicanos, magrebinos, latino-americanos e africanos, sendo, por vezes, considerado como gueto".
  • Intervenção em São Paulo, em 2012. "Tivemos a oportunidade de viver na favela acolhidos pela família Reis Gonçalves. Nos primeiros dias, detectamos como marco de atuação os becos que servem como elementos de ligação da parte alta com a parte baixa, conhecidos como vielas. O projeto visa responder a essa complexidade espacial tão característica. Achatando a perspectiva a partir de um ponto (anamorfismo) é possível ler ‘BELEZA’, ‘FIRMEZA’, ‘AMOR’, ‘DOÇURA’ e ‘ORGULHO’. Emolduradas em um contínuo de cor plana, que cobre por igual todos os materiais, democratizando-as. Para nós, essas palavras são o melhor retrato da favela."
    7Intervenção em São Paulo, em 2012. "Tivemos a oportunidade de viver na favela acolhidos pela família Reis Gonçalves. Nos primeiros dias, detectamos como marco de atuação os becos que servem como elementos de ligação da parte alta com a parte baixa, conhecidos como vielas. O projeto visa responder a essa complexidade espacial tão característica. Achatando a perspectiva a partir de um ponto (anamorfismo) é possível ler ‘BELEZA’, ‘FIRMEZA’, ‘AMOR’, ‘DOÇURA’ e ‘ORGULHO’. Emolduradas em um contínuo de cor plana, que cobre por igual todos os materiais, democratizando-as. Para nós, essas palavras são o melhor retrato da favela."
  • Barranquilla, Colômbia, 2015. Realidade e magia, duas palavras que se sobrepõem no centro de Barranquilla.
    8Barranquilla, Colômbia, 2015. Realidade e magia, duas palavras que se sobrepõem no centro de Barranquilla.
  • A equipe do Boa Mistura define assim este projeto localizado no coração de Bogotá, no cruzamento entre a Avenida Carrera, 30, com a Rua 22, na Colômbia: "É o maior mural da Colômbia. Uma folha de 5.000 metros quadrados no chão de uma praça que grita a palavra ‘Vida’ para lembrar as 457 famílias que foram realojadas nessa urbanização de moradia social, e que devem reconstruir seu futuro conjuntamente para avançar”.
    9A equipe do Boa Mistura define assim este projeto localizado no coração de Bogotá, no cruzamento entre a Avenida Carrera, 30, com a Rua 22, na Colômbia: "É o maior mural da Colômbia. Uma folha de 5.000 metros quadrados no chão de uma praça que grita a palavra ‘Vida’ para lembrar as 457 famílias que foram realojadas nessa urbanização de moradia social, e que devem reconstruir seu futuro conjuntamente para avançar”.
  • Paratges de Pau (Paisagens da Paz) é uma intervenção realizada em 2014 nas praias de Sa Rápita e Es Trenc, em Mallorca, na Espanha, para o evento Art Nit Campos.
    10Paratges de Pau (Paisagens da Paz) é uma intervenção realizada em 2014 nas praias de Sa Rápita e Es Trenc, em Mallorca, na Espanha, para o evento Art Nit Campos.
  • Mural realizado em Nova Déli, na Índia, em fevereiro de 2015. Os membros do coletivo Boa Mistura utilizaram o imaginário da Índia para realizar a obra: os três olhos de Shiva, presente, passado e futuro coroados com uma flor de lótus, símbolo de pureza; a frase de Mahatma Gandhi: “Viva como se fosse morrer amanhã. Aprenda como se fosse viver para sempre”; Ganesh, deus da inteligência e da sabedoria; plumagem do Pavão Real, deus da guerra; o baobá, árvore da vida... "Com esse imaginário, tão presente na Índia, construímos a imagem do Tigre, símbolo da vitória sobre qualquer força. Tatuando-o nesse antigo recanto de Déli."
    11Mural realizado em Nova Déli, na Índia, em fevereiro de 2015. Os membros do coletivo Boa Mistura utilizaram o imaginário da Índia para realizar a obra: os três olhos de Shiva, presente, passado e futuro coroados com uma flor de lótus, símbolo de pureza; a frase de Mahatma Gandhi: “Viva como se fosse morrer amanhã. Aprenda como se fosse viver para sempre”; Ganesh, deus da inteligência e da sabedoria; plumagem do Pavão Real, deus da guerra; o baobá, árvore da vida... "Com esse imaginário, tão presente na Índia, construímos a imagem do Tigre, símbolo da vitória sobre qualquer força. Tatuando-o nesse antigo recanto de Déli."
  • Intervenção em Milão, em 2015. Um dos membros do grupo Boa Mistura pinta um dos círculos, com a palavra Hope (Esperança), que compõem a obra (o outro círculo diz Vida).
    12Intervenção em Milão, em 2015. Um dos membros do grupo Boa Mistura pinta um dos círculos, com a palavra Hope (Esperança), que compõem a obra (o outro círculo diz Vida).
  • Intervenção em Hamar, Noruega, em 2011. "Hamar é a terceira cidade da Noruega", informa o grupo na memória do projeto. "Está localizada no interior, às margens do Lago Mjøsa, a alma da cidade. Stortorget é o termo norueguês usado para falar sobre o espaço principal de relação, do que conhecemos como a praça. Neste caso, e a partir do surgimento do automóvel, havia se tornado o estacionamento central na cidade, perdendo sua utilização como um espaço de relação. A equipe de arquitetos Ecossistema Urbano propõe um processo participativo para redesenhar a praça. Nossa intervenção consistiu em pintar os 1.500 metros quadrados do solo da praça, recuperando-a para o cidadão. Uma leitura contemporânea das roupas tradicionais da Noruega, em cuja geometria nos inspiramos para tecer um novo manto."
    13Intervenção em Hamar, Noruega, em 2011. "Hamar é a terceira cidade da Noruega", informa o grupo na memória do projeto. "Está localizada no interior, às margens do Lago Mjøsa, a alma da cidade. Stortorget é o termo norueguês usado para falar sobre o espaço principal de relação, do que conhecemos como a praça. Neste caso, e a partir do surgimento do automóvel, havia se tornado o estacionamento central na cidade, perdendo sua utilização como um espaço de relação. A equipe de arquitetos Ecossistema Urbano propõe um processo participativo para redesenhar a praça. Nossa intervenção consistiu em pintar os 1.500 metros quadrados do solo da praça, recuperando-a para o cidadão. Uma leitura contemporânea das roupas tradicionais da Noruega, em cuja geometria nos inspiramos para tecer um novo manto."
  • "Respeito e Força'. Mural realizado em junho de 2015, em Carrer de Veneçuela, esquina Carrer de l'Agricultura, em Barcelona.
    14"Respeito e Força'. Mural realizado em junho de 2015, em Carrer de Veneçuela, esquina Carrer de l'Agricultura, em Barcelona.
  • Projeto realizado em 2013 em frente ao mercado Barceló "sem o apoio, sem a autorização e sem a aprovação da Excelentíssima Câmara Municipal de Madri", diz o grupo em seu site. "Nessa série, refletimos sobre a política da cidade de Madri, onde as mensagens de amor, ‘tags’, grafite, peças de ‘street art’ e grafites políticos acabam todas sem graça e inexoravelmente cobertas com um adesivo cinza."
    15Projeto realizado em 2013 em frente ao mercado Barceló "sem o apoio, sem a autorização e sem a aprovação da Excelentíssima Câmara Municipal de Madri", diz o grupo em seu site. "Nessa série, refletimos sobre a política da cidade de Madri, onde as mensagens de amor, ‘tags’, grafite, peças de ‘street art’ e grafites políticos acabam todas sem graça e inexoravelmente cobertas com um adesivo cinza."
  • O coletivo Boa Mistura procura "trabalhar com a cor para humanizar cidades", dizem os membros. Neste caso, um grande coração se apresenta em uma parede divisória de um edifício em Alcobendas, ao norte de Madri.
    16O coletivo Boa Mistura procura "trabalhar com a cor para humanizar cidades", dizem os membros. Neste caso, um grande coração se apresenta em uma parede divisória de um edifício em Alcobendas, ao norte de Madri.
  • Uma das intervenções do Boa Mistura, em Madri.
    17Uma das intervenções do Boa Mistura, em Madri.
  • Uma das intervenções do Boa Mistura, em Madri.
    18Uma das intervenções do Boa Mistura, em Madri.
  • 19