Seleccione Edição
Login

Quatro pessoas são esfaqueadas em protesto da Ku Klux Klan em Los Angeles

Confronto ocorreu quando pessoas tentaram impedir manifestação do grupo supremacista branco

Protesto contra a presença do KKK em Anaheim, antes do incidente.
Protesto contra a presença do KKK em Anaheim, antes do incidente. REUTERS

Pelo menos quatro pessoas foram esfaqueadas neste sábado em Anaheim, na Califórnia, durante confronto entre supostos membros da Ku Klux Klan (KKK) e um grupo que tentou impedi-los de fazer uma manifestação. Sete pessoas foram detidas depois da confusão, de acordo com a polícia local, informa a agência Reuters. O estado de um dos feridos é grave.

Um grupo que se identificou como a Ku Klux Klan tinha anunciado um protesto no local (cerca de 50 quilômetros ao Sul de Los Angeles) para 13h30 (no horário local; 16h30 em Brasília). Desde pelo menos uma hora antes havia um pequeno grupo de manifestantes contrários à KKK, com o objetivo de impedir a manifestação. Quando os membros da KKK chegaram, foram imediatamente cercados e interpelados pelos manifestantes.

As informações são confusas. Segundo o jornal Los Angeles Times, um deles tinha em sua roupa a inscrição Grande Dragão e disse que tinha sido atacado a pontapés. Outro membro da KKK, algemado, disse que havia esfaqueado alguém “em legítima defesa”. Não ficou claro de qual grupo são os feridos. Pelos relatos, são de ambos. Testemunhas disseram que os membros da Klan usaram a ponta de lança de um mastro de bandeira para se defender. O sargento de polícia Daron Watt, citado pela Reuters, afirmou que os presos são dos dois grupos.

O relato feito pelas testemunhas citadas pela agência indica que eram três os membros do grupo supremacista branco. Desceram de um carro e encontraram cerca de 50 manifestantes a sua espera. Quando tentaram entrar de volta no carro, ele acelerou e os deixou para trás. “Estes sujeitos estavam lutando por suas vidas”, disse uma testemunha.

O grupo que age em Anaheim se chama "The Loyal White Knights of the Ku Klux Klan" (fiéis cavaleiros brancos da Ku Klux Klan). A KKK tem raízes no Sul da Califórnia e chegou a ser a força política dominante nos anos 20 do século passado. Atualmente suas aparições são muito raras.

Os moradores de Pearson Park, onde houve o confronto, queixaram-se da falta de policiais quando os membros da KKK chegaram.

MAIS INFORMAÇÕES