Concerto dos Rolling Stones

Rolling Stones farão show em Havana no fim de março

Segundo meios de comunicação locais, a produção da banda já negocia os detalhes do concerto

Um momento do concerto dos Rolling Stones na passada quarta-feira 24 de fevereiro em Sao Paulo, no Brasil.MAURICIO SANTANA (GETTY IMAGES) / EL PAÍS

A produção da emblemática banda britânica The Rolling Stones e o Instituto Cubano da Música estão negociando os detalhes para a realização de um show em Havana, programado para o final de março, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira pela imprensa local.

Os rumores sobre o possível show já circulavam há algumas semanas, e nesta sexta-feira a informação foi confirmada pela rede de televisão estatal cubana em sua página no Facebook, segundo a qual o concerto será realizado nos "terrenos próximos" à Cidade Esportiva da capital cubana, notícia que mais tarde foi replicada por outros meios de comunicação oficiais da ilha.

A possibilidade dessa apresentação histórica, que será a primeira do famoso grupo de rock britânico na ilha caribenha, tem sido alvo de uma onda de rumores e especulações desde a visita privada à ilha do carismático vocalista Mick Jagger, em outubro passado.

Segundo as informações divulgadas, os veteranos The Rolling Stones pretendem fazer em Havana sua última parada da turnê América Latina Olé Tour, que começou em 3 de fevereiro de 2015, no Chile, e depois seguiu para a Argentina e o Uruguai. A turnê seria então encerrada em Havana, no final de março, em data ainda a ser definida. Por enquanto, o site oficial da turnê inclui apenas os planos da banda para o show em 17 de março, no México.

As primeiras notícias dos esforços dos Rolling Stones junto às autoridades culturais cubanas para tocar na ilha circularam através do guitarrista Keith Richards, que mencionou no ano passado, em uma entrevista, a possibilidade de um concerto em Havana.

"Gostaríamos de visitar Cuba agora que a situação está mudando. É um lugar onde foram dados grandes passos culturais para o mundo inteiro. Seria interessante estar lá, porque é um lugar novo para nós e certamente seremos uma novidade para eles. As negociações avançam, e quando houver uma confirmação a divulgaremos", disse o lendário guitarrista.

Richards também revelou na época que o atual baixista da banda, Darryl Jones, influenciou o grupo a tocar na ilha. Jones se apresentou em Havana, em fevereiro do ano passado, com a banda The Dead Daisies, formada por figuras emblemáticas do rock, e disse que convenceria Jagger para que os Rolling Stones tocassem em Cuba.

O grupo de rock britânico vai se juntar à lista de artistas famosos que visitaram Cuba desde o ano passado, incluindo Rihanna, Usher, Katy Perry e o músico Ozzy Osbourne, vocalista da lendária banda de heavy metal Black Sabbath.

A visita, que há muitas semanas já era dada como certa, acontecerá em um mês marcado pela viagem do presidente dos EUA, Barack Obama, a Cuba, um evento que entrará para a história dos dois países que restabeleceram relações em 2015, já que será o primeiro governante do país norte-americano a pisar na ilha nos últimos 88 anos.

Arquivado Em: