BEM-ESTAR

Nenhum xampu pode fazer com que o cabelo cresça mais saudável

Os cosméticos só embelezam (o que não é pouco). Conheça as mentiras mais recorrentes sobre o cabelo

Mais informações

Nenhum cosmético, nem sequer a tintura, estraga o cabelo. Mas também não o regenera nem o torna mais saudável... Alguns fazem com que fique mais bonito, suave e brilhante. Analisamos as frases mais comuns escritas sobre o cabelo. Todas são mentira.

1. O cabelo está vivo

“O cabelo é proteína morta. Exatamente como as unhas: sua parte externa, inclusive, tem a mesma estrutura em forma de escamas. Está vivo só na raiz, onde nasce o folículo. A partir daí está morto”, explica María Castán, diretora global de comunicação científica da Wella.

2. A cosmética pode fazer com que o cabelo cresça mais saudável

“Quando me perguntam o que se pode fazer para ter um cabelo saudável, sempre digo a mesma coisa: ter uma vida saudável e comer bem. Hoje em dia o cabelo é um luxo, não uma necessidade. E, se a pessoa tem qualquer problema, doença, mudança hormonal, dieta deficiente, estresse ou o que for, é o cabelo o primeiro a sofrer. Se quiser um cabelo saudável, não adianta comprar um xampu mais caro. No máximo, trará suavidade e brilho que embeleze a fibra, mas não saúde”, acrescenta.

3. As tintas estragam

“A tinta tem má fama e não é justo; foi criada para não estragar o cabelo. E também não é verdade que não pode ser usada durante a gravidez ou quando se toma algum medicamento. Se fosse assim, a União Europeia nos obrigaria a colocar no folheto de instruções. Outra dúvida que circula é de quanto em quanto tempo podemos tingir: não se deve fazer uma coloração da raiz até a ponta todos os meses, mas um retoque de raiz pode ser feito sempre que se quiser”, conta Josh Wood, diretor criativo da marca e colorista de fama internacional: “Tenho clientes que retocam a cada dez dias”.

4. É possível tingir sem amoníaco

“O cabelo tem, em média, sete camadas de escamas de queratina completamente transparentes, uma por cima da outra, que protegem o núcleo, também formado por proteína, mas com uma estrutura em fibra. Dentro das fibras de queratina do interior estão os dois tipos de melanina (eumelanina e feomelanina), cuja combinação determina o tom natural do cabelo. É aí que as tinturas têm de penetrar. E para isso é necessária uma mudança de pH (que se obtém com o amoníaco ou o peróxido) que faz com que as escamas de queratina se separem. Os pigmentos das tinturas ‘sem’ apenas recobrem a camada exterior da fibra: não a colorem, aderem a ela. Isto também explica a sensação de que são mais saudáveis, porque engrossam um pouco o cabelo”.

5. Certos cosméticos penetram profundamente

“Como já afirmamos, para que qualquer coisa penetre é necessária uma mudança de pH, e nenhum xampu ou condicionador faz isso. Quanto muito, aderem à superfície até a lavagem seguinte (ou até que sejam erodidos pela escovação)”.

6. O xampu degrada a tintura

“Se o xampu só é capaz de chegar à superfície, é impossível que degrade a tintura...”.

7. Há xampus que evitam a queda

“Muitas vezes o dano que fazemos ao cabelo, sobretudo com a escovação e os penteados com ferramentas quentes, não só rompe a cutícula mas danifica as fibras internas. Vamos imaginar que o cabelo é uma casa e a queratina, os ladrilhos, que estragam e ficam cheios de buracos. Se não forem consertados, o edifício desmorona (o cabelo se rompe). Isto é o que costuma acontecer na maioria dos casos em que as mulheres se queixam de queda: na verdade, sofrem é de ruptura. Os cosméticos funcionam como cimento, mas saem com a lavagem.”

8. Os condicionadores e máscaras regeneram

“O único tratamento que regenera de verdade é o Brazilian keratin treatment (tratamento de queratina brasileira), que tem tantas contraindicações que eu jamais recomendaria. Temos de ter muita consciência de que toda esta indústria cosmética é: não fazemos medicamentos, e a base legal sobre a qual desenvolvemos nossos produtos só nos deixa chegar até onde chegamos. Além disso, o cabelo é formado por células mortas e por isso, no máximo, o que podemos fazer é prevenir danos e embelezar”, finaliza a especialista da Wella.