Crise na Síria

Rússia anuncia frente única com os EUA para lidar com crise da Síria

Barack Obama e Vladimir Putin abordam crise da Síria em conversa telefônica

O presidente russo, Vladimir Putin.
O presidente russo, Vladimir Putin.Mikhail Svetlov (Getty Images)

Em conversa por telefone neste domingo, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, concordaram em fortalecer as relações diplomáticas a fim de estabelecer uma frente unida para implementar o acordo de paz para a Síria esboçado em Munique, informou o Kremlin em um comunicado.

MAIS INFORMAÇÕES

Ambos os líderes ressaltaram a importância de criar uma “frente unida contra o terrorismo do Estado Islâmico” e manifestaram sua satisfação com a reunião sobre a Síria realizada em 11 e 12 de fevereiro na cidade alemã, ainda segundo as informações de Moscou. A conversa ocorreu horas depois de o primeiro-ministro russo, Dimitri Medvedev, alertar durante a Conferência de Segurança de Munique para o risco de uma nova guerra fria contra o Ocidente.

“Ambas as partes avaliaram de forma positiva os resultados da reunião do Grupo Internacional em Munique e confirmaram os princípios e disposições da Resolução 2254 do Conselho de Segurança da ONU relativa a aspectos humanitários, desenvolvimento de modalidades de cessar-fogo e facilitação de um processo político genuíno (na Síria)”, diz a nota do Kremlin.

Durante a conversa, Putin e Obama também analisaram a evolução do acordo assinado em Minsk (Belarus) para o cessar-fogo no conflito do Leste da Ucrânia.