cuba

Mujica afirma que Raúl Castro deixará a presidência

O ex-presidente uruguaio, que também deixará a política, diz que o cubano “já tomou a decisão”

Pepe Mujica (à esq.) e Raúl Castro, em encontro em Havana, em 24 de julho de 2013.
Pepe Mujica (à esq.) e Raúl Castro, em encontro em Havana, em 24 de julho de 2013. ERNESTO MASTRASCUSA (AFP)

MAIS INFORMAÇÕES

Fidel (Castro) já deixou o Governo. E faz tempo. E agora Raúl sairá, já tomou a decisão e está com 85 anos (que completará em junho). Por que? Porque com ninguém controla a biologia, é preciso respeitá-la porque ela é determinante”, declarou o ex-presidente do Uruguai José Mujica ao jornal La República, que publicou a entrevista nesta segunda-feira.

O político afirmou que, assim como deixará dentro de três meses a sua cadeira no Senado e apolítica como um todo, também Raúl Castro decidiu deixar a presidência de Cuba. O ex-guerrilheiro tupamaro visitou aquele país recentemente, quando esteve com Raúl e com Fidel Castro.

Aos 80 anos de idade, o líder do MPP (dentro da coligação Frente Ampola, no Governo) prevê deixar a sua cadeira no Senado uruguaio em abril. Juntamente com o dirigente, outros senadores da velha-guarda dos Tupamaros deixarão seus postos para dar lugar a novas gerações.

“A esta altura da minha vida, tenho de aspirar a viver um pouco mais. Se assumo responsabilidades que sei que fisicamente são muito pesadas e acabaram por me esgotar, a única coisa que estou fazendo é precipitar o dia em que entrarei no cemitério”, disse Mujica, que continua a ser um dos políticos mais populares do seu país.

O senador comentou as mudanças atualmente em curso em Cuba: “Há uma vontade, à sua maneira, de operar mudanças que incentivem a iniciativa privada, pequena, de caráter familiar, para que o Estado se dedique às coisas maiores. Uma abertura para o mundo, pois percebem que com sua posição geográfica e com a melhora da relação com os Estados Unidos, o turismo crescerá enormemente”, declarou. Mujica esteve em Havana no final de janeiro. Além de se reunir com Raúl e Fidel Castro, pronunciou um discurso na sede da Casa de las Américas.

Arquivado Em: