Seleccione Edição
Login

Naufrágio no mar Egeu deixa ao menos 33 mortos

Outros 75 imigrantes foram resgatados após afundamento de embarcação que ia para a Grécia

Policiais turcos colocam o corpo de uma criança morta por afogamento em uma bolsa na costa de Çanakkale. AFP / REUTERS-LIVE!

Pelo menos 33 pessoas, entre elas várias crianças, morreram afogadas neste sábado quando um barco cheio de refugiados naufragou em frente ao litoral oeste da Turquia, em águas do mar Egeu, segundo a última contagem confirmada pela mídia turca. Guardas costeiros turcos foram alertados sobre o naufrágio perto da costa de Ayvacik, na província de Çanakkale, de onde a embarcação zarpara rumo à ilha grega de Lesbos.

As equipes de salvamento conseguiram resgatar 75 pessoas e foram recuperando os corpos de um barco em que viajavam sírios, afegãos e birmaneses, de acordo com o jornal Sabah. Os sobreviventes foram levados para um hospital próximo para serem submetidos a exames médicos, muitos deles com sintomas de hipotermia. A Guarda Costeira turca continuava a busca por possíveis mais pessoas desaparecidas, já que não estava claro quantos imigrantes estavam viajando no barco. "Há pelo menos 33 pessoas mortas, mas eu temo que os números aumentam porque os mergulhadores continuam as buscas", disse o prefeito de Ayvacik, Mehmet Sahin Unal, ao canal de notícias CNNTurk.

As autoridades turcas informaram nesta semana que o país registrou 2,5 milhões de sírios que fugiram da guerra civil que assola o país árabe desde 2011. A Turquia assinou um acordo com a União Europeia em novembro para travar a chegada à Europa do fluxo de refugiados e, em troca de o país abrigar os refugiados sírios, Bruxelas desembolsou três bilhões de euros (13 bilhões de reais).

De acordo com os últimos dados da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), durante o mês de janeiro chegaram à Europa 54.500 refugiados através do Mediterrâneo, dos quais 50.600 o fizeram por meio da costa da Grécia, e 236 pessoas morreram afogadas durante a travessia. Mais de um milhão de refugiados e imigrantes alcançaram no ano passado a União Europeia por terra e mar, e cerca de 3.600 desapareceram ou morreram em naufrágios.

MAIS INFORMAÇÕES